Dicas: viagem de avião

Não há quem negue: a função aero-avião é chata!

Por isso, para chegar bem humorado no destino final, inclusive no aconchego do seu lar, é essencial tomar algumas preucações e seguir dicas preciosas!

magari blu te ajuda.

Foto: Reprodução


– Em casa: faça check-in pela web

Se seu voo permite, não há nada melhor do que chegar no aeroporto com o check-in feito pela web.

Se estiver levando só a mala de mão, melhor ainda! Se não, a esmagadora maioria das companhias aéreas oferece a opção de fazer o check-in pela internet e depois só despachar a mala.

Uma fila a menos para você!


– Escolha bem a sua
poltrona

Se você não pode se dar o luxo de viajar na executiva ou na primeira classe, onde as poltronas sem dúvida não têm mistério e te acomodam super bem, vale prestar atenção na hora de escolher o assento na econômica.

Quem dorme bem em voos, ou simplesmente não gosta de ser incomodado, a escolha é janela!

Na janela você fica quietinho na sua, ninguém te pede passagem, e você ainda tem a parede lateral do avião para se apoiar e ter doces sonhos…

Já se você é do tipo que odeia ficar horas e mais horas sentado, gosta de se levantar e de ir ao toilette sem importunar os outros, corredor!

Algumas companhias, como American Airlines, oferecem para compra assentos na janela e no corredor, em fileiras de dois assentos somente. Assim, caso não seja possível a reserva quando da emissão do bilhete, você paga um pouquinho a mais e garante não pegar a cadeira do meio na fileira de 5! Porque essa, ninguém merece!

Informar-se sempre sobre as saídas de emergência também é uma dica importante na hora de escolher a poltrona. Se ela estiver à sua frente, ótimo, mais espaço para as pernas. Mas se estiver logo atrás… A poltrona não reclina e é o pior lugar do voo!

Assentos na frente do banheiro também não são muito agradáveis. Vai-e-vem de gente o voo todo!


– Vista-se confortável

O primeiro sintoma de desconforto sempre vem da roupa ou do sapato. Calça jeans apertada, soutien que incomoda, camisa que sobe… São a cara da besteira. Pior ainda são sapatos de salto alto que cansam os pés ou qualquer outro que não seja bem confortável.

Além disso, salto alto sempre apita no raio x…

Não existe a roupa ideal para se viajar. Existe a sua roupa ideal! Basta se lembrar de qual calça não incomoda e qual sapato não aperta… E, claro, evitar sapatos e acessórios que também apitem no raio x e precisem ser tirados, como cintos e relógios, o que ajuda a diminuir a canseira do aeroporto.

Além disso, lembre-se que nossos pés incham no avião e sapatos muito fechados como botas são péééssimos para serem calçados novamente depois de muitas horas de voo. Portanto, evite-os!


– Carregue mala de rodinhas

Qualquer mala, por menor que seja, cansa a beleza se tiver que ser carregada para cima e para baixo no muque ou nas costas. Dê preferência para mala de rodinhas, inclusive para colocar o laptop ou o iPad, porque não vão desgastar ainda mais você, inclusive em aeroportos enormes em que se anda por um tempão antes ou depois de embarcar.

Melhores ainda são as malinhas de quatro rodas, que você arrasta em pé, sem se preocupar se está passando por cima do pé de alguém ali atrás ou sem levar a estante do free shop junto com você!

Malinha de mão da Rimowa
A minha mais nova aquisição!
Foto: Reprodução


– Se possível, só leve mala de mão

O perrengue da viagem diminui substancialmente se você levar só mala de mão. Despachar mala e, o pior, ficar esperando depois na esteira, levam um tempo enorme… Se sua viagem for curta, faça uma forcinha para deixar para trás todos os pares de sapatos que dá vontade de levar, e leve o essencial mesmo.

E lembre-se dos objetos que não podem ser carregados na bagagem de mão, como frascos com líquidos com mais de 100ml, objetos perfurantes, armas de fogo, etc. (algum deles espero que você não carregue nem na mala despachada!)

 

– Deixe tudo à mão

Passaporte, documento, passagem… Tudo não na mão (para não perder), mas à mão… Fácil de pegar na sua bolsa ou na sua mala de mão. Deixar tudo junto ajuda, e muito, a agilizar o processo no aeroporto e você a não perder nada.

E os companheiros de fila ainda agradecem!


– Dentro do avião: o que levar consigo

O ambiente dentro do avião é super seco e ficar embaixo daquele ar condicionado horas enclausurado com mais centenas de pessoas não é exatamente o local mais salubre do mundo, não é mesmo?

Eu não viajo sem colírio e soro para o nariz dentro da bolsa. Meus olhos ficam super secos e vermelhos, e a rinite ataca! Portanto, nada como se precaver e não passar perrengue no ar!

Para quem sente frio no avião, como eu, também vale levar sempre uma malhinha extra na mala de mão, uma pashmina ou qualquer outra peça de roupa que te esquente mais do que o cobertorzinho do avião.

Quem tem dificuldade em dormir com barulho, tampões de ouvido ou fones são também têm muita utilidade durante o voo. Assim como almofadinhas de pescoço para dormir.

E, claro, informe-se sempre sobre o clima do seu destino final, para não chegar de regatinha no inverno nos Estados Unidos ou de casacão no verão europeu, por exemplo. Se a mudança do clima que você está para o que você vai for muito brusca, leve sempre alguma peça que dê para trocar, com uma camiseta extra ou um malha, ou ainda deixe um espaço para guardar o casaco grosso na bagagem de mão!

Leve tudo com você que pode ser útil… E deixe na mala despachada tudo que você não vai precisar.

–  Vá ao toilette antes de todo mundo

Essa dica é a mais besta, mas uma das que eu sempre sigo! Não tem nada mais chato do que precisar ir ao toilette de manhã cedo e ficar naquela fila embaraçosa do avião. Todo mundo se olhando com aquela cara inchada de sono, e cada um levando meia hora lá dentro!

Levante-se antes dos outros e fique prontinho para o seu destino final, dentes escovados, perfumado e penteado!


– Última dica:

Essa dica é preciosa e todos deveriam seguir: nunca se esqueça que existem centenas de pessoas dentro do mesmo avião que você, e algumas bem pertinho mesmo da sua poltrona.

Falar alto, dar gargalhadas, pisar no pé dos outros, chutar a poltrona da frente, e se apoiar na poltrona da frente para se levantar e se sentar são meros exemplos de atitudes muito desagradáveis para os demais companheiros de voo.

Sei que muitas vezes é difícil segurar a animação de uma viagem, mas guarde a euforia para quando chegar lá!

Aproveite para se distrair com aquilo que você não dispensa… O livro, o iPad, o iPhone, a revista, o Sudoku, a cruzadinha, o celular (no modo avião, claro!)… Não importa. Cada um sabe o que o distrai e o faz companhia. E, consequentemente, faz as horas passarem mais rápido!

E boa viagem! 😉