Viagem de esqui: o que levar e como arrumar a mala

Vai esquiar?

Magari blu te dá dicas preciosas do que levar para uma viagem de esqui para estar equipado dentro e fora das pistas, um programa especial sem esquis no pés e, ainda, como arrumar sua mala!

Confira!

 

– O que levar: a roupa de esqui ideal

Quando for comprar casacos e calças de esqui, é importante notar se o material de que são feitos é impermeável, e não somente resistente.

É essencial que sejam impermeáveis, para que você não tenha nenhum tipo de desconforto em caso de quedas que, obviamente, molham a roupa e te congelam.

Da mesma forma, é imprescindível que por baixo da calça e do casaco você esteja usando roupa térmica especial para esqui, que aquecem, não fazem volume, e seguram o suor.

Por cima da roupa térmica, e por baixo do casaco, vai o fleece, que é aquele molentonzinho tipo soft, feito de tecido sintético especial para ser usado em baixas temperaturas. Esquenta e não faz muito volume na roupa.

Meias especiais também são super necessárias pois, se você suar nos pés, elas seguram a onda e não permitem que eles congelem! Afinal, não se esqueça que estamos falando de temperaturas muito baixas onde qualquer gotinha congela mesmo!

Boas luvas também são um investimento importante. Devem ser do tamanho correto para suas mãos, dar boa mobilidade e, claro, esquentar bem.

Hoje em dia não se pode e nem se deve esquiar mais sem capacete e, seja seu ou alugado, faça bom uso dele pela sua segurança. Além do mais, aquece a cabeça e muitas vezes dispensa o gorro (além de carregar o iPod nos ouvidos de quem gosta de uma trilha sonora).

Presos no capacete vão ainda os óculos especiais para esqui e snow, os goggles (que fazem as vezes dos óculos de sol). Eles são importantes pois protegem os olhos e permitem que você desça a montanha em alta velocidade, sem que o vento ou a neve caindo atrapalhem a sua visão. E, o mais importante, protegem a retina, uma vez que a neve reflete 85% dos raios de sol, e a exposição sem proteção pode causar danos temporários ou permanentes na vista.

Turtlenecks (golinhas rolês), daquelas vendidas avulsas, não são acessórios imprescindíveis. Se seu casaco ou fleece cobrirem bem o pescoço elas são dispensáveis, dependendo da temperatura. Caso contrário, vale usá-las para manter a garganta aquecida.

 

– O que levar: passeio dentro e fora da neve

Além disso, fora do esqui ou do snow, sapatos com sola de borracha são essenciais para andar na rua sem escorregar.

Afinal, o chão sempre fica coberto por gelo e um tombo assim é pior do que na montanha com os esquis nos pés!

Uma ótima alternativa para as mulheres são as galochas, que têm uma boa estabilidade em superfícies molhadas e escorregadias. E são um charme…

A marca mais conhecida de galochas é a Hunter, que tem zilhões de modelos bacanas. Das galochas Hunter, a minha preferida é esta aqui, que lembra uma bota de montaria:

Hunter
Modelo Regent Savoy
Foto: Divulgação

Além da Hunter, todas as marcas fashionistas já lançaram galochas super estilosas.

A minha preferida é a pretinha Burberry, que é discreta, tem um formato mais de bota do que de galocha, e é também de excelente qualidade. É essa que me acompanha nesse tipo de viagem.

Burberry
Modelo Equestrian knight rain boot
Foto: Divulgação

 

– Passeio diferente: snowmobile

Informe-se se a estação de esqui para a qual você vai oferece passeios de snowmobile, que são as motos da neve.

Fiz um passeio assim em Aspen e foi simplesmente um dos pontos altos da viagem!

Pronta para o passeio de snowmobile
Foto: magari blu

Em Aspen, você aluga a moto (pode ir sozinho ou em duas pessoas) e sobe a montanha com um visual digno de filme! Pinheirinhos cobertos de neve e montanhas todas branquinhas.

Lá no alto, cabana com chocolate quente e batatinha frita, além de um campo oval onde a galera acelera. Divertidíssimo!

No alto da montanha: lindo!
Foto: magari blu

Dê preferência para essa aventura em um dia de sol, com céu claro, para ter boa visibilidade. Além do mais, faz muito frio, e um dia assim só ajuda a aproveitar bem o passeio!

Importante: siga o guia e não se aventure fora da trilha, para não atolar ou causar um acidente.

 

– Como fazer a mala

Viagens de inverno rendem roupas volumosas e é uma luta para arrumar as malas.

Afinal, casacos, malhas e botas ocupam muito espaço e não é qualquer malinha que comporta as roupas invernais.

Que dirá então as viagens de esqui que exigem o transporte de capacete, goggles (óculos), botas, e calças e casacos de esqui – mais gordinhos que o normal.

Para não sofrer na hora de fazer a mala, Magari blu te ensina a dobrar os casacos de esqui (com capuz) de maneira prática e fácil e, o melhor, ocupando um espacinho de nada na sua mala!

Vamos ao passo-a-passo:

1. Primeiro estique o casaco e cruze as mangas pela frente, deixando o capuz estendido.

2. Depois recolha as duas laterais, dobrando-as para dentro e pela frente do casaco, até que atinjam o diâmetro da largura do capuz.

3. Enrole o casaco de baixo para cima, dobrando-o por inteiro, em direção ao capuz.

4. Enfie todo o volume do casaco (já super comprimido) dentro do capuz.

E voilà!
Fotos: magari blu

Agora com as malas prontas, você só terá que se preocupar em dar um show na neve!

Boa viagem!