Uma viagem (pelo céu, pela terra e pela água) nos Lençóis Maranhenses

13/06/2012

O nosso próximo destino é Barreirinhas, no Maranhão, e os passeios pelos lindos Lençóis Maranhenses!

VAMOS LÁ!

Você vai saber tudo agora sobre esse destino.

 

O que são os Lençóis Maranhenses:

O nome “Lençóis Maranhenses” vem da semelhança da região a um lençol visto de cima jogado casualmente sobre uma cama, formando ondulações (dunas) e vales (depressões entre dunas)**.O atrativo para os turistas são as dunas de até 40 metros de altura e as lagoas de água doce formadas entre elas, num cenário digno de cartão postal.

A formação dessas dunas vem de muitos e muitos anos atrás, em meio a grandes oscilações das marés, que permitiam, durante a baixa-mar, a exposição de larga faixa arenosa. Além disso, o vento constante na região transporta muita areia para o continente. Finalmente, uma fase climática mais úmida provavelmente foi a responsável pela fixação das dunas ali.

E, para nossa alegria, novas dunas seguem se formando.

O Parque Nacional dos Lençóis Maranhenses foi criado em 1981 e conta com uma área gigante de 155 mil hectares.

 

Quando ir:

A alta temporada para visitar os Lençóis é de junho a setembro. 4 dias são suficientes.

Este ano de 2012 em especial não ocorreram grandes chuvas, de modo que as lagoas estão menos cheias do que o normal. Mas as dunas ainda roubam a cena.

 

Como chegar:

Para chegar até os Lençóis Maranhenses é preciso passar por São Luís e dali seguir para Barreirinhas.

A cidade conta com 2 pistas de aviação, infelizmente não homologadas pela ANAC. São pistas asfaltadas, mas com cercas mal conservadas, o que pode levar a uma ou outra invasão dos animais que estão por ali. Claro que existem pilotos que fazem voos, ainda que com a pista não homologada. Sinceramente não existe grande perigo, mas é uma questão burocrática que ainda precisa ser resolvida pelo governo do Estado do Maranhão.

Se não quiser arriscar, são cerca de 3h de viagem de carro em rodovia em bom estado. Alguns hotéis proporcionam o traslado por meio de microônibus ou carros privativos, que levam de São Luís até Barreirinhas. Outra opção é agendar um taxi no Aeroporto de São Luís.

 

Onde ficar:

O hotel mais charmoso em Barreirinhas, sem dúvida, é o Porto Preguiças Resort. São cerca de 40 chalés aconchegantes, piscina com fundo de areia (!), comida gostosa…

Ambiente do bar do Porto Preguiças, com vista para a piscina
Foto: magari blu

A piscina com fundo de areia
Foto: magari blu

É ideal para recuperar a energia depois de tantos passeios, pois oferece locais para simplesmente se jogar e curtir uma caipirinha! Redes por todo lugar! E de muito bom gosto.

Além do hotel Porto Preguiças, outras opções de hospedagem são a Pousada Encantes do Nordeste e o Gran Solare Lençóis Resort.

(Confira o link com a lista completa de hotéis no final dessa página!)

 

O que fazer:


PELO CÉU:

Vale muito a pena fazer um sobrevoo nos Pequenos e/ou nos Grandes Lençóis. Seja de avião ou de helicóptero, a vista de cima é imperdível e dá uma dimensão totalmente diferente da que se tem do solo.

É lindo demais!

Sobrevoo de avião nos Lençóis Maranhenses
Foto: magari blu

Eu fiz ainda um outro sobrevoo, com direito a pouso de helicóptero, no meio dos Grandes Lençóis!

Inesquecível!

Sobrevoo de helicóptero nos Grandes Lençóis
Foto: magari blu

Pouso de helicóptero nos Lençóis Maranhenses
Foto: magari blu

PELA TERRA:

Pé na areia: outro passeio imperdível é a aventura de quadriciclo pelas dunas… O percurso é longo, mas vale a pena. O vento ameniza o calor dos trópicos e a sensação e a vista são demais!

A trilha atravessa os Pequenos Lençóis por 45km até o mar.

*Dica! O quadriciclo é para 2 pessoas, portanto, se possível, o ideal é seguir em 2 mesmo, para revezar quando o piloto se cansar. A trilha não exige muita habilidade, mas é longa.

Os quadriciclos chegando nas duna
Foto: magari blu

E de repente, no meio do nada… Vaquinhas!
Nas dunas vemos também outros animais como jegues e bodes
Foto: magari blu

A parada para almoço é em Caburé, no restaurante da Pousada Porto Buriti.

Restaurante em Caburé na Pousada Porto Buriti:
Pausa pós trilha de quadriciclo
Foto: Reprodução

*Dica! Unir o passeio de quadriciclo (na ida) com o de lancha pelo Rio Preguiças (na volta). A lancha pode partir de Caburé mesmo.

Outra opção pelas dunas é o passeio de 4×4 (e somente 4×4 mesmo!). O jipe passa por locais únicos, como pequenos povoados, trilhas exuberantes, pontes e, quando inexistentes, água adentro!

4×4 dentro d’água!
Foto: magari blu

O destino final são os incríveis Grandes Lençóis, onde, depois de uma caminhada, chega-se à Lagoa do Peixe, sempre com água e peixinhos, ou à Lagoa Bonita, de onde se tem a vista mais alta dos Lençóis.

Lindo! Mais ainda no por-do-sol…

Foto: magari blu

Foto: magari blu

Foto: magari blu

Eu subi e desci a pé dunas de 40 metros de altura. A sensação é maravilhosa… Na subida, o esforço é compensado pelo visual que se encontra lá em cima. E na descida, porque a areia fofinha te faz deslizar sem perder o equilíbrio…

Gostoso demais!

 

PELA ÁGUA:

Barreirinhas é banhada pelo Rio Preguiças, que tem esse nome em razão das suas curvas preguiçoooosas.

O Farol de Barreirinhas, com vista para o Rio Preguiças, para o mar e para os lençóis
Foto: magari blu

É possível também fazer um passeio de lancha pelo rio, em grupo ou privativo.

O Rio Preguiças
Foto: magari blu

O trajeto é bonito e o ponto alto é a Tenda dos Macacos, em Vassouras, onde os macacos-prego dão as boas vindas, roubam o côco da sua mão, e rendem boas risadas!

Tenda dos Macacos
Foto: magari blu

O nome do líder da macacada não poderia ser outro… Sarney!

O macaquinho com o coco!
Foto: magari blu

Habitante também de lá é a “Gisele do Maranhão”!
Foto: magari blu

Outra opção pela água é dar uma volta de caiaque pelo rio. Delícia!

 

O que vestir:

Para os passeios, basta estar com traje de banho e chinelos. A areia das dunas não queima os pés! Portanto, nada de tênis ou roupas pesadas. Faz muito calor!

*Dica! Carregar consigo protetor solar, óculos escuros, chapéu e, claro, repelente!

 

Onde comer:

O melhor restaurante de Barreirinhas é o do hotel Porto Preguiças.

*Dica! Vale a pena experimentar a carne de sol de aperitivo, os crustáceos e as pizzas.

Prancha do Porto Preguiças: lagosta, camarão pitu e polvo
Foto: magari blu

E no centro de Barreirinhas, as indicações são os restaurantes A Canoa e Bela Vista.

O que esperar:

Como já deu para perceber, a viagem para os Lençóis Maranhenses é incrível. É considerado um dos lugares de beleza natural mais bonito do Brasil!

Porém… Ainda falta muito investimento em matéria de infraestrutura para Barreirinhas. A balsa que atravessa o Rio Preguiças para o passeio de 4×4, por exemplo, apesar de levar poucos minutos para fazer a travessia, é muito precária e comporta apenas 2 jipes de cada vez. Na alta temporada, rola um congestionamento e falta conforto…

A balsa para travessia do Rio Preguiças
com os 4×4 para passeio em grupo
Foto: magari blu

Além disso, as estradas e ruas são mal conservadas, a maioria sem asfalto…  A cidade em si não oferece muitas opções. É um local bem simples.

No entanto, a simpatia e a hospitalidade do povo são mais um ponto positivo nos Lençóis Maranhenses.

Pode não ser o destino para quem espera puro luxo, por ser mais rústico. Porém lindo por natureza!

 

Onde encontrar:

Porto Preguiças Resort
Barreirinhas, Maranhão
www.portopreguicas.com.br

Pousada Encantes do Nordeste
Barreirinhas, Maranhão
www.encantesdonordeste.com.br

Gran Solare Lençóis Resort
Barreirinhas, Maranhão
www.gruposolare.com.br/port/hoteis/hotel.asp?hotel_id=1

*Para conferir todas as opções de hotéis em Barreirinhas, clique aqui!

Guará Ecoturismo (passeios e traslados)
Contato: Sr. Aluisio Pedrosa
E-mail: [email protected]

Restaurante da Pousada Porto Buriti
Praia do Caburé, Maranhão
Tel.: (98) 3349-1338 – Ramal 201 / (98) 9984-0088

Restaurante A Canoa
Av. Beira Rio, 300, Barreirinhas, Maranhão
Tel.: (98) 3349-1724

Restaurante Bela Vista
Rua Anacleto Carvalho, 617, Barreirinhas, Maranhão
Tel.: (98) 3349-1746

**Fonte: Marcelo L. M. Pompêo & Viviane Moschini-Carlos. Características Gerais da Região do Parque Nacional dos Lençóis Maranhenses, Maranhão, Brasil. Disponível em:  http://ecologia.ib.usp.br/portal/index.php?option=com_content&view=article&id=71&Itemid=347

Ana Maria Junqueira está sempre viajando pelo mundo. É editora do Magari blu, consultora em viagens e a embaixadora de viagens da Perrier no Brasil.