Sudeste asiático: 3 destinos para ir além do óbvio

Viagens pela Ásia por Adriana Lage

Brasileiros estão cada vez mais descobrindo as maravilhas do sudeste asiático e torna-se mais difícil fazer escolhas dos destinos a desbravar durante uma curta viagem. Afinal, são tantos lugares, com culturas riquíssimas, gastronomia variada e povos extremamente cativantes que nos deixam com vontade de sair comprando passagem só de ida.

Se você está pensando em ir a algum dos países, tente incluir essas sugestões no roteiro. Garanto que vai se apaixonar e trazer na bagagem experiências únicas.

Malacca, Malásia

Vai para Kuala Lumpur? Reserve 2 dias para conhecer Malacca, a 2 horas de ônibus ou carro da capital. Cidade inscrita como patrimônio Unesco desde 2008 e berço da cultura Peranakan, povo e cultura nascidos do casamento entre ricos comerciantes chineses e jovens locais, Malacca foi conquistada por portugueses, holandeses e ingleses e suas marcas estão presentes em todos os cantos.

Malacca
Foto: Adriana Lage

Sobrados coloridos e decorados com pedaços de porcelana chinesa, cafés bacaninhas, mansões que viraram museus e recontam a vida dos ricos Peranakans, mercado de rua agitado aos fins de semana e um centro histórico gracioso repleto de lojas de artesanato vão ocupar todo o seu tempo.

Malacca
Foto: Adriana Lage

O que eu mais gostei, no entanto, foi caminhar pela orla do rio revitalizado (dá pra fazer de bike também) apreciando os muros cobertos de arte de rua e tomar um café sentada a uma das mesas charmosas dos cafés enquanto observava o vaivém das pessoas e dos barcos turísticos.

Onde ficar?

The Majestic Hotel Malacca 

Antiga mansão Peranakan, o hotel tem apenas 54 suítes e oferece aos hóspedes a imersão no cotidiano da família no início do século 20. O SPA Village é o único no país a oferecer tratamentos baseados na cultura Peranakan e um tour diário oferecido aos hóspedes nos proporciona um banho de cultura e história local.

The Majestic Hotel Malacca
Foto: Reprodução

O restaurante português The Mansion é comandado pela celebrity chef Melba, vencedora de vários prêmios no país e mestre na cozinha Kristang, surgida da união das gastronomias portuguesa e malaia.

Sentosa, Singapura

Quando alguém me diz que vai a Singapura e ficará apenas 2 dias, morro de dor no coração. Existem muitas atrações incríveis por lá que justificam você ficar pelo menos uma semana. Além dos icônicos Gardens by the Bay, Merlion, o hotel Marina Bay Sands e os bairros étnicos, a cidade tem restaurantes estrelados ao lado de mercados de rua deliciosos, um jardim de orquídeas de suspirar dentro do imenso jardim botânico que é patrimônio da humanidade e muitos museus, um deles considerado o Louvre da Ásia, o Museu das Civilizações Asiáticas.

Sentosa
Foto: Adriana Lage

A poucos quilômetros do burburinho da cidade, a ilha de Sentosa, com apenas 5km2 é um paraíso para adultos e crianças que gostam de diversão. Universal Studios, parque aquático Adventure Cove, um aquário lindíssimo junto com o museu marítimo que conta a importância da ilha como porto comercial, Kidzania, zipline e dezenas de outras atividades que podem manter a família distraída por vários dias.

Aquário em Sentosa
Foto: Adriana Lage

O que mais amei foram os shows de luzes noturnos, passear pela praça enfeitada com mosaicos, inspirada em Gaudí e ver o por do sol no beach club com os navios ao fundo.

Onde ficar?

Capella Singapore

No coração de Sentosa, um retiro luxuoso e, ao mesmo tempo, histórico, cultural e natural, Capella Singapore é o segredo bem guardado dos cingapurianos, chineses e árabes. O edifício foi construído pelos ingleses durante a colonização nos anos 1800 e duas alas modernas projetadas pelo famoso arquiteto Norman Foster abrigam as suítes confortáveis com grandes janelões para o Mar do Sul da China.

Capella Singapore
Foto: Adriana Lage

Mais de 700 obras de arte adornam as paredes e cantos do hotel e os hóspedes podem fazer um tour guiado para conhecer mais sobre obras e artistas. No café de manhã, os clientes geralmente recebem a visita de pavões, habitantes da ilha e o chá da tarde é servido à francesa, imperdível.

Mas a grande atração do hotel são suas 3 piscinas, inspiradas nos terraços de arroz de Bali, e cercadas de muito verde.

Jacarta, Indonésia

Bali e Borobudur são os primeiros destinos dos quais lembramos ao falar desse país com mais de 17 mil ilhas. E sempre pensamos em fugir de sua capital, Jacarta, famosa pelo trânsito horrível, considerado um dos piores do mundo. Trânsito à parte, a cidade me surpreendeu pela rica opção gastronômica e cultural disponíveis. Cogite passar 2 dias aqui!

Almoce no Plataran Menteng, um dos restaurantes mais refinados que oferece gastronomia indonésia deliciosa num lindo casarão com decoração inspiradora.

Plataran
Foto: Adriana Lage

Durante o dia, conheça o Museu Têxtil e aprenda tudo sobre a história e os tipos de batik e coloque a mão na massa para fazer o seu. E não perca o Taman Mini Indonesia, um parque enorme com réplicas em tamanho real de uma casa típica de cada uma das 33 províncias do país.

Taman Mini Indonesia
Foto: Adriana Lage

Onde ficar?

Mandarin Oriental Jakarta 

O hotel fica no coração da cidade, em frente a um dos marcos históricos, a fonte da independência, ao lado de dois grandes shoppings e próximo às atrações acima. Atendimento caloroso e impecável, ao ponto de um dos funcionários me levar até a porta do restaurante na quadra ao lado só para eu não me perder.

Mandarin Oriental Jakarta
Foto: Reprodução

O chá da tarde delicioso servido no lounge executivo com vista da cidade também vai ficar na memória. À noite, jante no Li Feng, restaurante chinês do Mandarin e você terá uma das experiências gastronômicas mais inesquecíveis da sua vida.

Cada detalhe da arquitetura e decoração do restaurante tem um significado e homenageia as rotas marítimas das especiarias tão importantes para o crescimento da região desde os tempos antigos. Prato mandatório é o dumpling de pato com pimenta do reino em formato de ganso. Uma noite sensorial com a qual você se emocionará.

Mandarin Oriental Jakarta
Foto: Adriana Lage

Fale conosco para organizar a sua viagem:

[email protected] 

Empresária, desbravadora e autora do blog de viagens acamminare.com, Adriana trabalhou anos junto a pilotos de uma grande companhia aérea. Com sede do mundo, tem o carimbo em mais de 40 países e prefere o estilo slow travel, para ir além dos roteiros básicos. Em 2016 partiu para a Ásia sem previsão de retorno e é de lá que envia as dicas para o Magari Blu.