Roteiro pela Córsega

Tendências em viagens por Rogéria Pinheiro

Terra natal de Napoleão Bonaparte, essa joia no coração do mar Mediterrâneo é cheia de surpresas.

Calmas águas azul turquesa, praias de areia branca e caminhos repletos de laranjeiras perfumando o ar. Assim é a Córsega.

Ao norte da italiana e badalada Sardegna, a francesa Córsega está cada vez mais na rota dos viajantes que querem sair do comum sem abrir mão de se aventurar em terras europeias.

Córsega Foto: Reprodução

Córsega
Foto: Reprodução

Beleza natural estonteante e uma riquíssima mistura de culturas e de estilos arquitetônicos, herança deixada pelos inúmeros povos que passaram por ali. Sua localização estratégica despertou a ambição de diversos povos da antiguidade, como os fenícios, gregos, romanos e mouros.

A gastronomia reflete também essa miscigenação com excelência.

Gastronomia na Córsega Foto: Reprodução

Gastronomia na Córsega
Foto: Reprodução

As sinuosas estradas que recortam o interior da ilha, entre rochedos e vegetação única, levam a vilarejos que guardam muitas histórias.

Muitos deles estão localizados no alto das montanhas e a ligação nem sempre muito fácil entre os povoados fez com que a ilha desenvolvesse microrregiões, com estilos e características singulares e até algumas rivalidades.

Alta Roca Village Foto: Reprodução

Alta Roca Village
Foto: Reprodução

Piana Calancha Foto: Córsega

Piana Calancha
Foto: Reprodução

O povo corso detém um jeito de ser único, orgulhoso de sua história e apaixonado pela sua terra. Sempre disposto a defender seus costumes, crenças e liberdade.

O melhor jeito de explorar a bela Córsega é alugando um carro, desbravando a ilha a partir de Ajaccio que recebe voos do continente.

Ajaccio é a capital e cidade imperial fundada em 1492, além de ser a terra natal de Napoleão.

É repleta de lugares onde a impressão é de que o tempo parou. Inúmeras lojinhas e charmosos restaurantes tornam a cidade encantadora.

Ajaccio Foto: Reprodução

Ajaccio
Foto: Reprodução

Visitar o Museu Nacional da Casa Bonaparte será como viajar no tempo.

Museu Nacional da Casa Bonaparte Foto: Reprodução

Continue a viagem passando por Propriano até chegar a Porto Vecchio, um dos vilarejos mais famosos da ilha.

Região que mistura em total harmonia sofisticação sem perder a característica rústica da ilha, por ali os visitantes aproveitam as comodidades de hotéis superbacanas ou yachts elegantes, e curtem praias fabulosas durante o dia e uma animada vida noturna.

Propriano Foto: Reprodução

Propriano
Foto: Reprodução

Praia de Palombaggia em Porto Vecchio Foto: Reprodução

Praia de Palombaggia em Porto Vecchio
Foto: Reprodução

Bem ao sul da Córsega está a charmosa Bonifacio, construída no alto de uma grande muralha e marcada por 3 fortificações: a pisara, a medieval e a francesa.

Bonifacio Foto: Reprodução

Bonifacio
Foto: Reprodução

As impressionantes falésias de calcário e granito formam uma fachada impressionante, digna de cartão postal. Do alto de Bonifácio as vistas são estonteantes.

Bonifacio Foto: Reprodução

Bonifacio
Foto: Reprodução

Saindo da marina de Bonifacio é possível fazer passeios de barcos para as ilhas Lavezzi, ainda desabitadas, uma série de pequenas praias e enseadas que recebem aqueles que amam estar em contato com a natureza.

Ilhas Lavezzi Foto: Reprodução

Ilhas Lavezzi
Foto: Reprodução

Combinar Córsega com Sardenha torna a viagem ainda mais incrível. A partir de Bonifacio, basta embarcar em um ferry para Santa Teresa Di Galura e seguir para a região de Porto Cervo.

*Quando ir?

A melhor época para ir é no verão europeu, entre junho e setembro. Em agosto, devido às férias dos europeus, o movimento fica muito alto. Uma semana é suficiente para curtir e explorar bem as principais regiões.

Formada em turismo, Rogéria Pinheiro é apaixonada por viagens e pela arte de fazer sonhos. Ao longo de 15 anos construiu uma sólida carreira no mercado de viagens de alto padrão e visitou destinos incríveis. Hoje atua com a sua consultoria especializada junto às mais sofisticadas agências e operadoras de viagens do Brasil. No Magari blu, apresenta aos leitores as tendências em viagens e o que está na moda pelo mundo do turismo.