Rota Jardim: Cape Agulhas

20/01/2014

Viagens pela África por Fernanda Fleury

Na última coluna da África, dei as primeiras dicas sobre a maravilhosa Garden Route, a Rota Jardim, na costa da África do Sul.

Começamos com o roteiro em Hermanus e agora o próximo destino é Cape Agulhas, parada obrigatória para quem segue de carro pela Garden Route. A apenas 135 km de Hermanus, a pequena cidade na província de Western Cape já encanta de cara pela linda cor do mar. É o ponto mais ao sul do continente africano e é lá que os oceanos Atlânticos e Índico se encontram.

photo 2

Cape Agulhas
Foto: Fernanda Fleury

Historicamente, Agulhas era uma rota bastante temida pelos navegantes, devido aos fortes ventos e às grandes ondas. Inúmeras embarcações afundaram na sua costa. A cidade é conhecida ainda como um dos melhores pontos de pesca e isso é facilmente notado pelos diversos pecadores que se agrupam perto da marina.

 

*O que fazer?

Agulhas National Park

– Visita ao farol (Cape Agulhas lighthouse)

O lindo farol de Agulhas foi o terceiro a ser construído na África do Sul e o segundo mais antigo ainda em operação. Fica dentro do Parque Nacional de Agulhas, que não passará despercebido durante sua visita.

Lá estão restaurante e museu, e a entrada ao museu permite acesso ao topo do farol (com 27 metros de altura), onde se tem uma vista espetacular de Cape Agulhas. Esteja preparado para subir uma escadaria de madeira nada convencional. Mas o esforço com certeza vale muito a pena!

photo 1 (1)

O farol de Cape Agulhas
Foto: Fernanda Fleury

– Encontro dos oceanos Atlântico e Índico

A poucos metros do farol de Agulhas, um extenso caminho pelas praias rochosas da cidade leva os turistas até o encontro dos dois oceanos que banham o continente africano.

No percurso, estão painéis informativos explicando a diferença das águas e a vida marinha da região. Durante julho e novembro, baleias podem ser vistas da costa. A natureza do lugar e o pequeno ponto que simboliza a divisão das águas rendem sempre lindas fotos!

cape-agulhas01

O encontro dos oceanos Índico e Atlântico
Foto: Reprodução/Travel Guide

– Sea and Sky: voo de ultraleve

Não perca esta oportunidade quando estiver em Agulhas. A companhia Sea and Sky é comandada por um simpático casal de sul-africanos e André, dono da empresa e o piloto do ultraleve, leva os turistas para um seguro, emocionante e maravilhoso passeio sobre Cape Agulhas. O voo custa a partir de R$ 75,00 e dura cerca de 10 dez minutos, dependendo do trajeto. Vale cada centavo!

photo 3

Voo de ultraleve
Foto: Fernanda Fleury

Se você for corajoso, permita que ele faça algumas manobras radicais, dignas de montanha-russa! A sensação de liberdade é indescritível! Na época em que as baleias vêm para a costa, é possível avistá-las do ultraleve, o que torna o passeio ainda mais especial. Dá para levar sua própria máquina fotográfica para registrar o momento, mas durante o voo André também faz algumas fotos, que são enviadas por e-mail gratuitamente.

Onde encontrar:
www.seaandsky.co.za

 

*Onde comer?

– Pelican’s Harbour Café

Definitivamente o ponto de encontro dos jovens em Cape Agulhas. O despretensioso restaurante, que fica na marina, é pé na areia literalmente, com ambiente informal, música e boa comida. Durante o verão a casa lota, mas enquanto espera por uma mesa, fique no bar curtindo o movimento, tomando um vinho ou cerveja e saboreando ostras fresquinhas.

A especialidade do lugar são frutos do mar, como não poderia deixar de ser, e os peixes também valem a pena! Relaxe e aproveite o almoço apreciando a vista da baía.

Onde encontrar:
Hawe Road, Strusbaai, Cape Agulhas

*Fernanda Fleury é publicitária e em 2012 mudou-se para Joanesburgo na África do Sul. Desde então, tem mergulhado na cultura e nos destinos maravilhosos no continente africano. Em sua coluna, divide com os leitores as suas viagens e dicas, desde os roteiros mais tradicionais aos passeios exóticos e inusitados pelos vários países da África.