Road Trip USA: Flagstaff e Sedona no Arizona

Road trip pelos Estados Unidos por Ana Maria Junqueira

O que encontrei no estado norte-americano do Arizona foram montanhas lindas e um clima ameno do fim do verão. Gostaria de ter passado mais tempo por lá durante a Road Trip USA.

CONFIRA O EPISÓDIO DA TV MAGARI BLU FILMADO DURANTE A NOSSA ROAD TRIP:


Flagstaff é uma cidadezinha universitária, simpática e despretensiosa. Parece um cenário de filme, estrategicamente rodeada por florestas nacionais e junto da montanha mais alta do Arizona, o pico Humphrey, com 3.850 metros.

Flagstaff Foto: magari blu

Flagstaff
Foto: magari blu

É uma boa pedida para pernoite e visita ao Grand Canyon, se você decidir não dormir no parque (tem dica de hotel em Flagstaff no fim desta página). De carro, leva cerca de 1 hora e meia e a estrada é tranquila e bem-conservada.

Captura de Tela 2015-10-25 às 5.29.05 PM

*O que fazer?

Rota 66

A lendária Rota 66 atravessa os Estados Unidos de leste a oeste, de Chicago até San Diego, totalizando 3.755 km.

Eu na Route 66! Foto: Corey Warren

Eu na Route 66 a caminho de Las Vegas
Foto: Corey Warren

Ela corta a cidade de Flagstaff como a avenida principal, que já foi chamada de Santa Fe Avenue, e hoje está estampada nas placas como Route 66. Nota-se o espírito da rodovia mais famosa da América por toda a Flagstaff, com cafés antigos, motéis e o colorido centro da cidade.

Tour de bicicleta pelo centro

Uma das maneiras mais divertidas e agradáveis de se conhecer Flagstaff é de bicicleta. Fiz o Historic Downtown Tour com a AZ Pedal Tours e adorei. O passeio é tranquilo e para todos os níveis, e o proprietário e guia Blake conta curiosidades e histórias sobre a cidade.

AZ Pedal Tours Foto: magari blu

AZ Pedal Tours
Foto: magari blu

Tour de bicicleta em Flagstaff Foto: magari blu

Tour de bicicleta em Flagstaff
Foto: magari blu

O antigo Motel Sierra Vista em Flagstaff Foto: magari blu

O antigo Motel Sierra Vista em Flagstaff
Foto: magari blu

Existem ainda um tour que entrega as assustadoras histórias de fantasmas (ui!) que rondam Flagstaff (Haunted Downtown Tour) e o que envolve degustações de vinhos e cervejas (Craft Beer and Wine Tour). A empresa aluga bikes por hora também.

Onde encontrar:
www.azpedaltours.com

Lowell Observatory

Foi em Flagstaff que Plutão foi descoberto em 1930, no Lowell Observatory. Vale a pena visitar o observatório à noite, depois do jantar, e dar uma espiada nos telescópios espalhados pelo campus, vendo estrelas e detalhes da lua que me deixaram perplexa.

A história da nomeação de Plutão Foto: magari blu

A história da nomeação de Plutão
Foto: magari blu

O telescópio Clark, que tem mais de 100 anos, está guardado em um domo de madeira. Foto: magari blu

O telescópio Clark, que tem mais de 100 anos, está guardado em um domo de madeira
Foto: magari blu

Onde encontrar:

1400 W Mars Hill Road, Flagstaff
Tel.: +1 928 774 3358
lowell.edu

Voo de balão em Sedona

Sedona fica a uma hora de carro de Flagstaff e é bastante conhecida pelas suas formações geológicas e pela Coconino National Forest, que fazem dela um destino belíssimo e interessante.

Vale a pena dar o PLAY no premiado vídeo de divulgação:

Uma das maneiras mais especiais de conhecê-la é pelos ares. Antes das 5h30 da manhã, encontramos nosso piloto da Northern Light Balloon Expeditions e seguimos rumo a um terreno descampado, onde a aventura estava prestes a começar. Foi o meu primeiro voo de balão e não me arrependi nenhum segundo de ter acordado às 3h da manhã pra isso!

Inflando o balão Foto: magari blu

Inflando o balão
Foto: magari blu

O visual já é lindo da terra, com os tons rosados e alaranjados que vão tomando o espaço da escuridão do céu.

6 am Foto: magari blu

6 am
Foto: magari blu

Quando balão já está cheio, todos entram a bordo do cesto e levantamos voo. Éramos 6, contando com o piloto.

Para o alto! Foto: magari blu

Para o alto!
Foto: magari blu

Doug, o piloto, controla a altitude com novas rajadas de fogo. O passeio é bem tranquilo, suave, sem sustos. O nascer do sol é um espetáculo em Sedona, uma das razões que fazem ser tão acertada a hora do voo.

Nascer do sol e os balões em Sedona Foto: magari blu

Nascer do sol e os balões em Sedona
Foto: magari blu

Voo de balão em Sedona Foto: magari blu

Voo de balão em Sedona
Foto: magari blu

Sedona Foto: magari blu

Sedona
Foto: magari blu

Sedona Foto: magari blu

Sedona
Foto: magari blu

Sedona Foto: magari blu

Sedona
Foto: magari blu

Conforme o sol vai se erguendo, os tons de azul passam a firmar no céu e a luz clara reflete as montanhas e a vegetação de Sedona. Dá para ver detalhes como animais e plantas, enquanto o balão segue seu rumo com o vento.

Sedonax Foto: magari blu

Sedona
Foto: magari blu

Sedona Foto: magari blu

Sedona
Foto: magari blu

Sedona Foto: magari blu

Sedona
Foto: magari blu

Eu no meu primeiro voo de balão Foto: magari blu

Eu no meu primeiro voo de balão
Foto: magari blu

O piloto não sabe exatamente onde vai descer e mantém contato com outros balões e com o motorista que nos levou até lá durante todo o voo. Chegada a hora, o pouso é um pouco duro. Doug nos orientou para que nos segurássemos nas cordas que envolvem o cesto e a aterrissagem foi brusca, dando umas duas quicadas até efetivamente parar no solo com a ajuda do motorista, que se jogou praticamente dentro do cesto, fazendo peso para baixo!

O balão visto do cesto Foto: magari blu

O balão visto do cesto
Foto: magari blu

Passada a adrenalina da aterrissagem, o balão é esvaziado e, com o cesto, guardado na pick up. Dirigimos até um ponto comum com os demais balões que voaram pela manhã e desfrutamos de um simpático piquenique com direito a champanhe e suco de laranja.

Piquenique pós voo Foto: magari blu

Piquenique pós voo
Foto: magari blu

*Dica: vista-se em camadas e lembre-se que você ficará embaixo do fogo que mantém o ar do balão quente. Entretanto, não é um “forno”, como o próprio piloto nos disse, uma vez que o fogo não fica ligado direto e você pode passar frio se estiver sem uma jaqueta.

O voo de balão foi o último passeio que fiz na road trip antes de voltar para casa. Mas deixou um gostinho de “quero mais” e fechou com chave de ouro uma viagem tão especial!

Onde encontrar:
www.northernlightballoons.com

*Onde comer?

Para jantar, recomendo o Tinderbox Kitchen, que serve comfort food em um cardápio cheio de clássicos da cozinha norte-americana, mas com um toque sofisticado e moderno.

Tábua de frios para começar Foto: magari blu

Tábua de frios para começar
Foto: magari blu

New York Steak com cogumelos, alho e batatas chips Foto: magari blu

New York Steak com cogumelos, alho e batatas chips
Foto: magari blu

O ambiente segue a linha do menu, despojado e acolhedor.

Onde encontrar:
tinderboxkitchen.com

*Onde ficar?

DoubleTree Hotel by Hilton é um hotel estilo business em Flagstaff. Aqui, você ganha um cookie quentinho no check in e os quartos são bem confortáveis e com wi fi de graça.

DoubleTree Flagstaff by Hilton Foto: Reprodução

DoubleTree by Hilton Flagstaff
Foto: Reprodução

Tem ainda piscina, restaurante japonês e estacionamento, o que é ótimo para quem está numa road trip. A vantagem de hotéis de grandes cadeias é que costumam ser sem erro, e já imaginamos o que esperar.

DoubleTree by Hilton Flagstaff Foto: Reprodução

DoubleTree by Hilton Flagstaff
Foto: Reprodução

Testado e aprovado pelo Magari blu!

Onde encontrar:
www.doubletreeflagstaff.com

Relembre o itinerário de toda a road trip por 10 dias pelo sudoeste dos EUA:

Captura de Tela 2015-09-18 às 11.01.32 AM

*Leia aqui tudo sobre viagem de carro pelos EUA.

Ana Maria Junqueira está sempre viajando pelo mundo. É editora do Magari blu, consultora em viagens e a embaixadora de viagens da Perrier no Brasil.