Praias de pedras: o que levar?

Nós, brasileiros, estamos acostumados às areias finas e branquinhas do nosso litoral. De repente, desembarcamos na Europa, e nos vemos diante do mar mais azul do mundo, mas e a praia… Ué, cadê?

“Só estou vendo pedra!”

Nápoles:
O pescador sobre as enormes pedras
Foto: magari blu

Pois é, algumas das praias mais lindas da Europa, com o mar mais azzurro, não têm areia fininha e podem ser um pouco complicadas na hora de passear e se acomodar.

Por isso magari blu te dá as dicas sobre o que levar e o que saber para não fazer feio, e nem passar perrengue.

 

– Chinelos ou sapatilhas

Em primeiro lugar, é importante ter em mente que pedra esquenta. E muito! Portanto não é nada agradável passear com os pezinhos descalços fora d’água.

Além disso, ainda que você nunca tenha pisado em uma praia de pedras, certamente já andou descalço por um chão irregular com pedrinhas. E sabe quão desconfortável é!

Algumas pessoas utilizam uma espécie de sapatilhas, feitas de plástico ou de outros materiais (beach shoes), para andar com conforto nas praias de pedras.

Se não quiser comprar uma dessas, o bom e velho chinelo Havaianas quebra o galho tranquilamente. Basta não estar com a sola do pé em contato direto com as pedras para caminhar com mais tranquilidade.

Beach shoes na praia de pedras
Foto: Reprodução

Até porque dar aquela corridinha que as pessoas dão quando queimam a sola do pé não é nada gostoso em praia de pedras!

 

– Na falta de espreguiçadeira: toalhas felpudas

Além disso, o fato de as pedras esquentarem também incomoda bastante para deitar-se ao sol sem uma espreguiçadeira.

Se o esquema da praia não comporta cadeiras, a canga (mais fininha) nem sempre isola o calor suficientemente. Então toalha é a pedida!

Quando estive em Taormina, na praia da Isola Bella (Sicília), a praia estava lotadíssima e não consegui alugar uma cadeira. Deitei-me sobre a toalha que havia levado, que, apesar de ajudar a isolar o calor, não era suficiente para cobrir toda a superfície que eu ocupava.

As pedras ficam tão quentes que eu não conseguia ficar com os pés para fora da toalha. Foi bem desagradável!

Portanto, a dica é alugar uma cadeira ou espreguiçadeira e, na falta delas, levar uma toalha grande e felpuda.

Minha toalha e eu em Södra Grinda, na Suécia
Foto: magari blu

 

– Cuidado no mar

Além disso, em praias assim as pedras não se limitam à “praia”. Elas adentram o mar e, se tiverem o diâmetro maior, é bem desconfortável caminhar sobre elas.

As pedras maiorzinhas fazem com que o chão do mar seja extremamente irregular e instável, ótimo para levar um tombo!

Portanto, cuidado ao adentrar o mar para não levar um caldo logo nos primeiros passos!

O mar cheio de pedras em Taormina, na Sicília
Foto: magari blu

Apesar dos pesares, é fato que as praias de pedras tendem a ter o mar mais parado e são verdadeiras piscinas para aproveitar e relaxar dentro d’água.

Assim como é fato também que as praias de pedra são belíssimas e rendem um contraste lindo com o azul do mar.

Portanto, leve essas preciosas dicas consigo e divirta-se! 😉