Roteiro pelo Peru

Viagens pela América Latina por Roberto Farkas Bitelman

Eu já estive no Peru muitas vezes e é um país que sempre me encanta e me surpreende. Depois de várias viagens por lá, separei para compartilhar com vocês um roteiro de 7 ou 9 noites, com o que o tem de melhor.

O ideal é sempre começar a viagem pelo Vale Sagrado, que está mais baixo do que Cusco (2700 m.s.n.m. ante 3400 m.s.n.m.), e torna a aclimatação muito mais fácil e confortável. Por ali, estão algumas das principais riquezas culturais e naturais do país. O meu hotel preferido na região é o Sol y Luna. E já está no meio do caminho para Machu Picchu.

RFB sol y luna

Sol y Luna
Foto: Divulgação

Em seguida, toma-se o trem para Aguas Calientes para visitar Machu Picchu. É um destino que pode ser bem visitado em uma noite, se não fosse pelo incrível hotel Inkaterra Pueblo. Assim, vale esticar por duas noites para curtir o Inkaterra também.

Inkaterra Pueblo Foto: Divulgação

Inkaterra Pueblo
Foto: Divulgação

E depois disso, já aclimatado com a altura, sugiro ficar 2 noites em Cusco, que é uma cidade muito importante histórica e culturalmente, bastante cosmopolita e interessante. Ali recomendo 2 hotéis.

A melhor relação custo/benefício é o El Mercado Tunqui – como já contamos aqui. Recém inaugurado e pertence aos mesmos donos do Mountain Lodges of Peru. E, como uma opção mais luxuosa, recomendo o Inkaterra La Casona. São apenas 11 quartos incríveis, serviço totalmente pessoal e um ar de casarão colonial. Faz parte do Relais & Chatêaux.

RFB la casona

Inkaterra La Casona
Foto: Divulgação

Por fim, se ainda tiver 2 ou 3 dias livres, não deixe  de visitar o Lago Titicaca, que é o lago navegável mais alto do mundo (4000 m.s.n.m.). Já falamos dele aqui, mas vale repetir.

Por estar numa região mais remota, vilarejos e ilhas locais preservam traços fortes de culturas antigas, numa região pouco explorada pelo turismo convencional. Muitos que vão até ali e ficam na cidade de Puno não gostam da experiência. O segredo é sair da cidade e se hospedar no Hotel Titilaka, também Relais & Chatêaux, e um dos hotéis mais incríveis que já vi na vida. Vale ficar 2 ou 3 noites.

_MG_2858

Hotel Titilaka
Foto: Divulgação

*Administrador especializado em Comportamento do Consumidor, Roberto Farkas Bitelman está no ramo de viagens há 13 anos e seu trabalho é focado em destinos no Brasil e América Latina. É fundador do selo SUL Hotels, que reúne os melhores hotéis independentes da América Latina, e sócio dos restaurantes Le Jazz em São Paulo. Sua grande paixão é descobrir os melhores lugares para se hospedar, comer e visitar pelo nosso continente e é esse o assunto tratado por Roberto no Magari Blu.