Os meus 10 lugares preferidos no mundo

Hoje atingimos uma marca especial: 10.000 seguidores no Instagram! 🙂 Se você ainda não segue a gente, vem também!

Em forma de agradecimento aos queridos leitores e clientes, que nos enchem de dicas novas e seu valioso feedback, e para inspirar as próximas viagens, fiz uma lista dos 10 lugares que mais amei conhecer no mundo (até hoje)!

Não foi fácil escolher só uma dezena de destinos, pois muitos outros me proporcionaram experiências incríveis e chega a ser injusto deixá-los de fora… E só de pensar nos destinos que ainda desejo conhecer… Ah, essa lista passa de 100!

Vamos lá:

1. Roma, Itália

Roma não poderia deixar de estar no topo da minha lista. A primeira vez em que estive na cidade eterna, me deu aquele “clique” – leia aqui a minha crônica “Um AMOR chamado ROMA”. Foi uma vontade enorme de me mudar para lá, de vivenciar todo o seu encanto com um cotidiano veramente romano. Foi a primeira (e única) vez que me senti em casa numa cidade que não fosse a minha.

O ano em Roma me enriqueceu infinitamente. Cultura, história, gastronomia, curiosidades, amizades, o jeito romano de se viver. Aí veio o segundo “clique”. Descobri (ou redescobri) minha grande paixão, para não dizer vocação: lancei o Magari blu e deu no que deu. A profissão de advogada deu espaço para eu viver do que mais amo, que é viajar, escrever e organizar viagens para outras pessoas.

Não sei se Roma será para você o divisor de águas que foi para mim, mas para eu ter me encantado tanto assim, pode confiar que valerá a pena a primeira visita, assim como a segunda, a terceira…!

IMG_21021

Roma, nº1 na minha lista
Foto: magari blu

2. Wadi Rum, Jordânia

O deserto ao sul da Jordânia é na verdade um vale cortado no arenito e rocha de granito, o que rende um horizonte recheado de altas dunas de areia cor de laranja e montanhas rochosas rosadas. Está na minha lista pelo visual cinematográfico intocado pelo homem. É um daqueles destinos total contemplação, para ficar só admirando, admirando…

Além disso, o povo jordaniano é muito hospitaleiro, inclusive os baduínos que até hoje ainda moram no deserto. Além da natureza impressionante, vale pelo intercâmbio cultural e é uma ótima oportunidade para esticar a viagem até Petra e o Mar Morto. Clique aqui para ler meu relato em Wadi Rum.

IMG_0998

Deserto Wadi Rum na Jordânia
Foto: magari blu

3. Kruger Park, África do Sul

Minha primeira vez em um safári me deixou com um gostinho de quero mais. Foi uma das experiências mais divertidas e emocionantes da minha vida. Avistar de pertinho predadores como leopardos, leões e leoas, hienas e guepardos e os não menos perigosos elefantes e hipópotamos foi uma aventura para nunca esquecer. Ao mesmo tempo que vem uma euforia por vê-los e capturar lindas fotos, vem um medinho do que pode acontecer (afinal, é vida selvagem!) e admiração pela beleza desses animais. Leia aqui os textos sobre o Kruger Park.

O leopardo no Kruger ParkFoto: magari blu

O leopardo no Kruger Park
Foto: magari blu

4. Benguerra, Moçambique

Benguerra é uma ilha do arquipélago Bazaruto, na costa de Moçambique. Foi a escolha de praia na minha lua de mel. É um destino ainda pouco explorado pelos brasileiros, apesar da fácil conexão a partir da África do Sul e a facilidade da língua. Os moçambicanos também foram colonizados pelos portugueses e, apesar de o português não ser a língua oficial, muitos deles se comunicam super bem no idioma.

Os diversos tons de azul do mar vistos de cima ou de debaixo d’água são um espetáculo. Bancos de areia fininha, corais gigantes, peixinhos coloridos. Mesmo eu que não sou fã de mergulho ou snorkeling me rendi e me surpreendi com os encantos das águas moçambicanas. Sem falar no gentil povo de Benguerra, que nos faz partir já querendo programar a volta! Clique aqui para saber mais sobre esse paraíso.

Chegada em BenguerraFoto: magari blu

Benguerra
Foto: magari blu

5. São Petersburgo, Rússia

Era um sonho antigo conhecer a Rússia e, apesar de ser ainda a única cidade que conheço no país, foi o suficiente para que ela ingressasse na minha listinha. “São Petersburgo é europeia demais para ser russa. E russa demais para ser europeia” – é o que as pessoas dizem por aí e eu endosso. É um mix do oriente com o ocidente, uma cidade planejada pela riqueza e, claro, grandeza de Pedro, o Grande (é, não é à toa o apelido).

São Petersburgo respira cultura, arquitetura e arte. A cada esquina tem uma nova surpresa, daquelas que dá para se avistar já de longe. Não existem muitas ruazinhas por lá não, é tudo amplo, majestoso, importante! Clique aqui para ler mais sobre a cidade.

Catedral Nosso Senhor Sangue DerramadoFoto: magari blu

Catedral Nosso Senhor Sangue Derramado
Foto: magari blu

6. Lençóis Maranhenses, Brasil

Adoro o Brasil e viajar pelo nosso país. Adoro relaxar na Bahia, a cor do mar alagoano, a cozinha mineira… Mas não tem como não dar o destaque merecido para esse grande feito da Mãe Natureza no Brasil. Os Lençóis Maranhenses parecem um sonho, faixas de água entre as dunas de areia que, vistas do alto ou do solo, são de tirar o fôlego.

O destino é rústico, grandioso, inexplicável. Merece estar na lista de desejos de todo brasileiro. Veja mais sobre Lençóis aqui.

IMG_8157

Lençóis Maranhenses
Foto: magari blu

7. Edimburgo, Escócia

Estava encafifada que queria conhecer Edimburgo. Nem sei dizer o porquê, já que não sou fã do Harry Potter. 🙂 E mesmo com tamanha ansiedade, quando cheguei lá surpreendentemente Edimburgo mesmo assim superou minhas expectativas.

Cinzenta, gótica, misteriosa… Melancólica. Mas não triste – talvez pelas diversas estampas xadrez que enfeitam as saias kilt dos escoceses passeando pela rua ou o som saudosista de uma gaita de fole à distância. Edimburgo parece mesmo um cenário de filme! Aqui, mais impressões e fotos da cidade.

1IMG_9032

Edimburgo
Foto: magari blu

8. Mykonos, Grécia

Mykonos é uma ilha grega daquelas bem típicas, com casinhas brancas sem telhado e moinhos de vento que contrastam com o lindíssimo azul do mar. Tem um pôr do sol para não se esquecer – e é quando a noite chega que o agito todo começa.

A ilha é uma das mais badaladas do mundo, destino ideal para curtir o melhor do verão europeu. Sem falar nas praias – distantes umas das outras, é imprescindível carro ou motoquinha para zanzar bastante pela ilha. Aqui estão reunidos todos os textos sobre Mykonos.

Mykonos Foto: magari blu

Mykonos
Foto: magari blu

9. Toscana, Itália

Eu me esforcei para não incluir 2 destinos da Itália na lista, mas não teve jeito! Dividida entre Toscana e Sicília para inserir no Top 10, acabei escolhendo a Toscana pelo ar bucólico e as paisagens que parecem uma pintura.

Na Toscana, tudo é mágico. Seja uma estrada perdida, um salaminho, uma taça de vinho, um vidro de azeite ou um ramo de girassóis. A região deu origem à gastronomia que é copiada no mundo todo à exaustão. Qual a novidade então por lá? A qualidade dos ingredientes não tem igual em nenhum lugar do mundo, por isso dificilmente a gente prova um quitute tão bom quanto ao toscano. O mesmo vale para os vinhos.

E o visual… Ah, não tem nada parecido também por aí! Aqui estão os textos e as fotos da região.

IMG_7043

Toscana
Foto: magari blu

10. Budapeste, Hungria

Por fim, mas não menos importante, fecho meus 10 destinos preferidos com Budapeste. Eu tinha bastante vontade de conhecer melhor o leste europeu e Budapeste foi uma agradável surpresa. A reunião das antigas cidades de Buda, Obuda e Peste respira história, desde a época da sua fundação por S. Estevão, passando pelos reprimidos anos de Guerra Fria, até os dias de hoje.

O rio Danúbio é o grande protagonista de Budapeste e vale muito a pena conhecê-la melhor num cruzeiro à noite. A cidade consegue ficar mais linda ainda iluminada pelas luzes! Aqui mais detalhes sobre a capital húngara.

_IMG_9379

Budapeste
Foto: magari blu

Gostou da minha seleção pelo mundo? E você, qual o seu Top 10? Deixe aqui comentário!

Ana Maria Junqueira está sempre viajando pelo mundo. É editora do Magari blu, consultora em viagens e a embaixadora de viagens da Perrier no Brasil.