Onde ficar em Kathmandu: Dwarika’s Hotel

Kathmandu tem uma atmosfera caótica e bagunçada, muitos pedestres nas ruas, trânsito, motinhos e buzinas. De repente, todos estes sons misturados vão ficando mudos e a paisagem desorganizada é substituída por um oásis de paz. Esta é a sensação ao entrar no Dwarika’s Hotel.

Dwarika’s Hotel
Foto: Ana Maria Junqueira

Dwarika’s Hotel
Foto: Ana Maria Junqueira

Dwarika’s Hotel
Foto: Ana Maria Junqueira

Dwarika’s Hotel
Foto: Ana Maria Junqueira

Dwarika’s Hotel
Foto: Ana Maria Junqueira

A filosofia do hotel Dwarika’s é retribuir, tanto aos hóspedes, quanto ao Nepal. Trabalham para um estilo de vida orgânico e sem desperdícios, com produções próprias.

Dwarika’s Hotel
Foto: Ana Maria Junqueira

Dwarika’s Hotel
Foto: Ana Maria Junqueira

Dwarika’s Hotel
Foto: Ana Maria Junqueira

Por meio de design, artefatos e habilidades que herdaram do povo nepalês revivem belíssimos trabalhos de artesanato, decoração e arte, que conferem – sorte a nossa – um toque de charme e genuinidade único ao hotel.

Detalhe das luminárias do Dwarika’s Hotel
Foto: Ana Maria Junqueira

A belíssima maçaneta da porta do quarto
Foto: Ana Maria Junqueira

Afinal, o vale de Kathmandu é habitado há mais de 2.000 anos. Durante este período, o vale testemunhou migração de pessoas do Tibete e da Índia. No século 12, os habitantes desta região desenvolveram uma civilização única indígena conhecida como Newars (e sua língua e cultura chamada de Newari).

Dwarika’s Hotel
Foto: Ana Maria Junqueira

Este povo teve seu auge durante o reino dos reis Malla, do século 12 ao século 18. E aqui foram produzidas muitas obras de madeira, como as janelas que fazem parte do projeto do Dwarika’s Hotel.

Dwarika’s Hotel
Foto: Ana Maria Junqueira

Dwarika’s Hotel
Foto: Ana Maria Junqueira

Você se pega olhando os detalhes o tempo todo e, por mais que já tenha passado muitas vezes por um mesmo local no hotel, certamente irá descobrir algo que não havia notado ainda, tamanha a riqueza de particularidades.

Dwarika’s Hotel
Foto: Ana Maria Junqueira

A história do Dwarika’s Hotel se confunde com a de seu fundador, Sr. Dwarika Das Shrestha. O local era originalmente a casa da família. Hoje, o hotel já foi reformado e ampliado diversas vezes e é comandado atualmente pela sua mulher, sua filha e seu neto.

Detalhes do Dwarika’s Hotel
Foto: Ana Maria Junqueira

São 83 quartos e suítes que têm em comum a decoração, os tecidos utilizados, os móveis de madeira escura e, claro, as belíssimas janelas de madeira entalhada. Todos são bem espaçosos: standard, junior suite (a que eu fiquei), executive suite e royal suite.

Quarto Standard do Dwarika’s Hotel
Foto: Ana Maria Junqueira

Junior Suite do Dwarika’s Hotel
Foto: Ana Maria Junqueira

Detalhe da Junior Suite do Dwarika’s Hotel
Foto: Ana Maria Junqueira

Nas suítes, os banheiros são bastante amplos, com piso de pedra e abertos para o quarto.

Banheiro da junior suite do Dwarika’s Hotel
Foto: Ana Maria Junqueira

Executive Suite do Dwarika’s Hotel
Foto: Ana Maria Junqueira

Executive Suite do Dwarika’s Hotel
Foto: Ana Maria Junqueira

As suítes têm sempre uma salinha e, ainda, uma simpática cama para tomar chá, com almofadas aconchegantes e uma mesinha de apoio tipo bandeja. Uma seleção de ervas fica à disposição no quarto para fazer seu própria xícara e curtir o lifestyle nepalês.

Cama para o chá!
Foto: Ana Maria Junqueira

A royal suite, a categoria mais sofisticada do hotel, tem 2 andares e um terraço com vista para a cidade.

Royal Suite do Dwarika’s Hotel
Foto: Ana Maria Junqueira

Royal Suite do Dwarika’s Hotel
Foto: Ana Maria Junqueira

Terraço da royal suite do Dwarika’s Hotel
Foto: Ana Maria Junqueira

O hotel tem um restaurante típico nepali que, além das fotos dos convidados famosos penduradas na parede, como Príncipe Charles e a atriz Demi Moore, pede a gentileza de tirar os sapatos ao entrar e sentar-se ao chão para desfrutar de um rico menu degustação. Saborosíssimo! Recomendo este jantar, inclusive para quem não estiver hospedado no Dwarika’s.

Restaurante nepali no Dwarika’s Hotel
Foto: Ana Maria Junqueira

Restaurante nepali no Dwarika’s Hotel
Foto: Ana Maria Junqueira

Conta também com um restaurante japonês gostoso chamado Mako’s, piscina e bar, spa com massagem ayurvédica deliciosa e lojinhas de cashmere, antiguidades e joias.

A piscina do Dwarika’s Hotel
Foto: Ana Maria Junqueira

No bar da piscina, chicken chow mein (bem apimentado!)
Foto: Ana Maria Junqueira

A família proprietária do Dwarika’s, além de administrar este hotel e outra propriedade linda em Dhulikhel (a cerca de 1h30 de Kathmandu), faz um belíssimo e sério trabalho de auxílio a famílias afetadas pelo avassalador terremoto de 2015, que ainda não se restabeleceram.

Bar da piscina do Dwarika’s Hotel
Foto: Ana Maria Junqueira

Recomendo ficar pelo menos 2 ou 3 noites no Dwarika’s de Kathmandu. Certamente inesquecível.

Testado e superaprovado por Magari Blu!

Fale conosco para organizar a sua viagem:

[email protected] 

Ana Maria Junqueira é a idealizadora do blog Magari Blu e fundadora da premiada agência de viagens Magari Blu Viagens. Escreve sobre viagens, faz a curadoria de todo o conteúdo que você vê por aqui e organiza roteiros personalizados e reservas.