O melhor das viagens são as pessoas

Sempre que me lembro das andanças pelos lugares pelos quais já passei, como Itália, Jordânia, Butão, Cambodia, Botswana, Pantanal… Mais do que as belas paisagens, as comidinhas maravilhosas, ou os hotéis estrelados… O que me vem à mente são elas: as pessoas com as quais conversei, com as quais me entreguei a bate-papos profundos ou a conversas “furadas” sobre amenidades – e amenidades que são tão diferentes quando a gente sai do nosso dia a dia.

Conversar com um local, onde quer que você esteja, é enriquecedor. Gosto de perguntar sobre os costumes, sobre como vivem, como conheceram suas esposas, como são celebrados seus casamentos, do que eles têm medo, como criam seus filhos, o que comem no café da manhã, o que fazem no dia de folga…

Em uma conversa dessas, ao relatar um algo tão corriqueiro seu, normalmente consigo identificar ali algum aspecto da vida sob um outro ponto de vista, diferente do meu. Nem sempre é possível adaptar aquela percepção à minha própria realidade, mas sempre consigo refletir sobre o que ouvi, e, quem sabe, incorporar uma perspectiva diversa, ou até mesmo manter – e agradecer – a minha.

Esta minha veia curiosa sempre existiu, era do tipo pirralhinha intrometida nos assuntos dos adultos quando criança. Queria conversar, falar, ouvir, aprender desde pequena. A imaginação corria solta e eu escrevia, escrevia, escrevia. No final da contas, estudei Direito e Jornalismo, áreas em que podemos contar histórias, mas foi no meu trabalho com Turismo que eu encontrei o melhor terreno pra isso.

É clichê dizer que viajar é o melhor investimento. Mas isso só é verdade, na prática, quando a gente aprende a enxergar o outro, a extrair ensinamentos das pessoas que cruzam nossos caminhos em uma viagem, e que vivem vidas muito distantes das nossas. É surpreendente verificar como tanta gente está disponível a falar, a ouvir, a trocar. E quanto essas vivências podem mudar, para melhor, nossas próprias vidas.

Para isto, claro, é necessário preocupar-se menos em tirar e postar fotos nas redes sociais e conectar-se com quem está logo ali ao seu lado – que está louco para saber, também, sobre as suas amenidades e aprender com você o que você tem de bom para deixar também.

Meus amigos de Botswana
Foto: Magari Blu

Fale conosco para organizar a sua viagem:

[email protected] 

Ana Maria Junqueira é a idealizadora do blog Magari Blu e fundadora da premiada agência de viagens Magari Blu Viagens. Escreve sobre viagens, faz a curadoria de todo o conteúdo que você vê por aqui e organiza roteiros personalizados e reservas.