magari blu no Tem a ver comigo: sucesso das diquinhas!

A Betina do blog Tem a ver comigo voltou da Itália cheia de novidades como já contei, quando ela repassou várias dicas que encontrou aqui!

Ela dividiu mais dicas ainda de Roma que ela achou aqui no magari blu! Adorei, de novo! Ela deu também indicações novas que não podemos perder…

Por fim, quero agradecer mais uma vez o outro post especial do Tem a ver comigo para o magari blu que eu adorei!

Agora passo a palavra para a Betina:“Estive em Roma entre os dias 14 e 18 de setembro de 2011 e amei. É um lugar incrível pela riqueza histórica e super charmoso – o unico senão são as “hordas” de turistas andando pra cima e pra baixo que causa uma certa irritação, mas o conjunto de Roma compensa isso tudo!

Fiz um resuminho das minhas dicas:

– Como ir? Do Brasil tem vôo direto pra Roma da Alitalia e vôo para Milão da Tam

– Quando ir? De preferência evitar os meses de julho – pelo calor insuportável – e agosto – por ser férias deles, o chamado ”ferragosto” (ver post do …magari blu…) e MUITA coisa estar fechada, além do calor insuportável e da invasão da turistada.

– Onde se hospedar? Acho que ficar no miolo entre a Piazza di Spagna e Piazza del Papolo (e arredores) é a melhor pedida. Ali você tem muitos restaurantes, as lojas na Via de Babuíno, Via dei Condotti e afins e é bem astral.
Dica de Hotel 4 estrelas: Hotel Piranesi (bem pertinho da Piazza del Papolo, em plena Via del Babuíno), Hotel Ohms (bem pertinho da Piazza di Spagna) e Hotel NH Vittorio Veneto (pertinho da Villa Borghese)
Dica de Hotel 5 estrelas: Hotel de Russie (bem pertinho da Piazza del Papolo, em plena Via del Babuíno)

– Atrações imperdíveis (na minha opinião)

Pra complementar, tem um post ótimo @…magari blu… chamado “O que não pode deixar de ser visto em Roma” que eu sugiro muito que vocês dêem uma olhada.

1. Fontana di Trevi (minha dica é ir à noite – lindo e menos cheio)

2. Piazza Venezia (linda) + Piazza dei Campidoglio (são beeeem pertinho uma da outra)

Obs. O Teatro Marcelo é bem pertinho, só passamos na frente e é lindo

3. Coliseu, Arco de Constantino, Colinas do Palatino, Foro Romano, etc (ver observação no fim do post sobre compra de ingresso antecipado)

4. Vaticano: dá para fazer Museu do Vaticano + Basílica de São Pedro ou só a Basílica para quem quiser fazer um jogo rápido (verobservação no fim do post sobre compra de ingresso antecipado)

5. Piazza Navona + Pantheon + arredores (tem uns restaurantes e barzinhos muito legais)

6. Villa Borghese (parque maravilhoso) + Museu Nacional de Arte Moderna (imperdível – amei a sala “Il Giardino”, as obras do Giacomo Balla, Giacometti, Modigliani, Klimt e muitos artistas italianos fantásticos

7. Piazza di Spagna e sua escadaria, sempre bombando. Mega turístico, de vez em quando chega até irritar pela muvuca, mas tem que passar por lá para conhecer, claro!

8. Piazza del Papolo (linda) + pôr do sol no Pincio

9. As principais ruas de de comércio de luxo em Roma (Via del Babuíno, Via dei Condotti, Via Fratina e Via della Croce) – mesmo pra quem não for com a vibe compras, acho que vale pelo menos conhecer, ver as pessoas, as vitrines, o badalo!

10. Trastevere, o bairro charmoso e boêmio – cheio de restaurantes e bares. Tem muitas dicas de restaurantes, pizzarias e bares no Trastevere @… magari blu…

– Uma dica unânime para conhecer é o Campo de Fiori, confesso que não achei nada demais. Então não a coloquei entre as minhas “imperdíveis”, mas não quis deixar de citar

– Onde comer?

Testados e muito recomendados:* Ristoranti 34: Via Mario de Fiori 34 (lugar bem bregão e simples, mas comida de babar – matriciana e alla gricia tartufati)* Fiaschetteria Belltrame: Via della Croce 39 (lugar bem pequeninho e simples, mas comida de babar tmb – matriciana e cacio e pepe!* Zi’Umberto: Piazza della Malva 11 – Trastevere  (lugar bem pequeninho e simples, mas comida ótima – ver postsobre ele @…magari blu…)* Traverna Trilussa: Via del Politeama 23 – Trastevere (ver post e post sobre ele @…magari blu…)

A massa na panela do nosso queridinho Taverna Trilussa:
‘testado e muito recomendado’ pela Betina!
Foto: magari blu

 

Testado e recomendado com ressalva:

* Santa Lucia: Largo di Febo 12 (essa é uma dica unânime por vários amigos (ver post), pelo …magari blu… (ver post) e até apareceu no filme da Julia Roberts (Comer, rezar e amar), mas nós não achamos nada demais. O lugar é uma graça (tem que sentar na parte externa) e talvez tenhamos tido azar – mas acho que é uma dica que tem que ser dada anyway e vale experimentar.*

Restaurante do Hotel de Russie: lá tem o Stravinskij Bar, mais descontraído, e o lindo Le Jardin de Russie – mais chique. Foi dica dos meus pais e fomos lá – o lugar é maravilhoso e vale pelo programa como um todo – chiquetérrimo, badalado, ao ar livre e serviço ótimo. Ou seja, não foi a comida mais inesquecível da viagem mas o programa valeu muito.* Terrazza Margutta: é um champagne bar e restaurante, com um terraço super aconchegante. Lugar bacana, que valeu pelo programa como um todo!* Cybo: pegamos essa dica @…magari blu… (ver post) e adoramos o lugar, bacana e bem astral. Mas só bebemos lá, então não sei qual é a da comida, apesar de ter nos parecido muito boa.

Recomendado e não testado:

* L’Antica Pesa (fomos lá em reserva e não conseguimos sentar, o lugar é bem bacana). No …magari blu… o Antica Pesa é citado aqui e aqui.

* La Rosetta: especializado em peixes e com estrela do Michelin (esse restô está nas dicas da Vi aqui no blog)* Checco er Carrettiere (recebi essa dica de 2 pessoas)* Pierluigi

algumas observações:

– em primeiro lugar, sugiro muito consultar o blog …magari blu…da Ana Maria Junqueira, que está morando em Roma, e tem dicas ótimas. As dicas de lá foram super úteis pra mim.

– Roma foi a cidade, entre as que eu passei (Capri, Positano, Milão, Firenze) onde eu comi melhor. A comida é sensacional e a impressão que me deu é que nos lugares mais simples, onde se encontra a comida mais fantástica. Fomos em restaurantes mais chiques e badalados (adoro, claro!), mas onde eu realmente delirei comendo foi nas “biboquinhas” – então tem que deixar o preconceito de lado, entrar na cantina ou trattoria e só formar a opinião depois de comer. Isso nos aconteceu em 3 restaurantes (34, Belltrame e Zi’Umberto) – entramos e pensamos: “o que estamos fazendo aqui?” até chegar os pratos e virarem restaurantes inesquecíveis

– Não deixa de ler o post “Top pratos romanos” do …magari blu…, foi graças a esse post que o Dan descobriu o novo vício dele: Cacio e pepe

– para quem tiver afim de ver as atrações turísticas de Roma tipo o Coliseu e o Museu do Vaticano, por exemplo, sugiro muito que se compre os ingressos online para se evitar as filas (gigantescas). Comprei alguns ingressos no site Tickitaly e deu tudo super certo.

Para o museu do Vaticano, é direto no site deles. Outra forma de evitar as mega filas é contratando um guia credenciado ou se juntando a um guided tour.

– dica pra mulherada: sapato sem salto please; anda-se muito em Roma tanto de dia como de noite e o calçamento é um horror

– Pra quem for pra Milão e Roma e tiver afim de comprar bolsa e afins na Prada, Miu Miu, Chanel, Céline, etc – vale dizer que em Milão tem MUITO mais opção. So keep it mind!

– A Itália tem o programa de Tax Free Refund, então isso é bom de levar em consideração nas compras e pedir sempre o formulário para reembolso (para valores acima de 155 euros numa mesma loja no mesmo dia). Farei um post específico sobre o tax free refund!”

Grazie mille!!!  😉

Quer mandar a sua dica do leitor? É só enviar direto como comentário ao blog ou para o e-mail [email protected]