Magari blu ajuda: a mala para o verão europeu

Já já chega o verão europeu! Para quem vai embarcar rumo à estação mais badalada do ano, damos as dicas do que levar na mala para as praias europeias. Anote!

É muito bom viajar no verão, porque não há necessidade de carregar um monte de casacos pesados e botas, o que já diminui praticamente pela metade o peso e o volume da bagagem.

Viajar leve é algo que sempre prego, por várias razões. Primeiro, porque levar aquela mala gigante lotada e pesada já nos faz sair de casa com estressados, já repararam? Ficamos cansados só de arrastá-la até o elevador, sentimos que estamos carregando mais do que precisamos e, ainda por cima, o espaço para eventuais comprinhas fica reduzido.

Em segundo lugar, porque mala grande e pesada pode ser um problema na Europa. Voos internos têm tolerância de peso muito menor do que voos internacionais. Se você só vai fazer um voo direto ou com uma conexão, talvez não tenha nenhum transtorno. Mas se vai parar em um destino por um ou mais dias para seguir adiante para outro ponto da Europa, o próximo trajeto perde a essência de voo internacional e aí as restrições de bagagem valem. Você poderá ser multado por excesso de peso ou por volumes extras, principalmente nas companhias aéreas low cost. Portanto, antes de partir, verifique quais os limites do(s) voo(s).

Problemáticas também são as viagens de trem com muitas malas ou então com malas pesadas. Quase não existem mais carregadores nas estações e isso significa que você deve embarcar e desembarcar sua bagagem sem ajuda e, ainda, encontrar um lugar para armazená-la no trem. E, claro, quanto maior, mais complicado.

Por essas e por outras, aproveite que o verão é uma estação de roupas leves e nada volumosas e carregue o mínimo possível.

Os destinos badalados de verão na Europa como St. Tropez, Hvar ou Mykonos pedem looks praia com estilo. A gente sai pela manhã para ir à praia, emenda em um beach club para almoço, esses almoços normalmente viram baladinhas e só depois voltamos para o hotel para tomar banho já à noite, para sair de novo. Portanto, leve saídas, batas, vestidinhos e shorts que sejam super a ver com praia mas, ao mesmo tempo, arrumadinhos. É com esse tipo de roupa que você passará a maior parte do tempo.

Escolha itens nos mesmos tons e acessórios para incrementar. Assim, você não precisa levar uma blusa para usar somente com determinada saia e assim por diante – as roupas combinam entre si e várias possibilidades de combinações são possíveis. Uma pashmina que entre na paleta de cores e uma malha leve ou jaquetinha também devem estar na sua mala, caso esfrie à noite ou no avião. Calça? Só uma calça jeans (ou outro tipo de sua preferência) para viajar e basta. Jeans pesam e você usará pouquíssimo durante a viagem.

Não economize nos biquínis, esses sim, a gente pode precisar de mais de um por dia. Melhor ainda que ocupam pouco espaço! Além de uma bolsa de praia versátil, de preferência neutra, para usar com todos os looks de dia. Não recomendo levar mais de uma bolsa de praia, porque normalmente são grandes e um pouco volumosas. Simplifique!

Saltos altos têm vez só à noite – e olhe lá, se for um destino muito badalado como Ibiza. Portanto, um par ou dois de sandálias de salto são suficientes. Para jantar fora, rasteirinhas e espadrilles dão conta do recado, e uma bolsa menor ou tipo clutch.

Ah, não se esqueça dos óculos escuros e do chapéu. Esse é chato de levar e pode até ser uma boa deixar para comprar um novo no destino.

mala de verão

Foto: Reprodução/MSN

Eu fiz uma viagem para Grécia e Croácia uma vez por 10 dias só com uma mala de mão de rodinhas. E sobrevivi! Tente você também viajar leve e, numa emergência, tem sempre a lavanderia no hotel para socorrer.

Agora, é só curtir! 😉

*Vai para uma praia de pedras na Europa? Saiba o que levar aqui!

Ana Maria Junqueira está sempre viajando pelo mundo. É editora do Magari blu, consultora em viagens e a embaixadora de viagens da Perrier no Brasil.