Jardim Majorelle em Marrakech

Dicas da Redação por Sara Meirinho

Em 1966, enquanto conheciam Marrakech, o estilista Yves Saint Laurent e seu companheiro Pierre Bergé descobriram um jardim, lindo, mas um pouco descuidado.

Um tempo depois, souberam que ele seria vendido e no local construído um hotel. Eles dedicaram-se a impedir a venda e ainda fizeram mais: compraram o local e decidiram morar ali.

Yves Saint Laurent e Pierre Bergé na entrada do jardim Foto: Reprodução

Yves Saint Laurent e Pierre Bergé na entrada do jardim
Foto: Reprodução

Eles revitalizaram todo o jardim e transformaram o atelier do pintor Jacques Majorelle (antigo dono da propriedade) em um museu, o Museu Berbère, com obras do artista provenientes da coleção pessoal de Yves Saint Laurent.

Jardim Majorelle Foto: Reprodução

Jardim Majorelle
Foto: Reprodução

Jardim Majorelle Foto: Reprodução

Jardim Majorelle
Foto: Reprodução

A importância que o lugar tinha para Saint Laurent ficou ainda mais evidente quando, após sua morte em 2008, suas cinzas de cremação foram espalhadas pelo jardim. Lá também foi construído o Memorial Yves Saint Laurent, que hoje é uma das áreas mais visitadas do jardim.

Jardim Majorelle Foto: Reprodução

Jardim Majorelle
Foto: Reprodução

Jardim Majorelle Foto: Reprodução

Jardim Majorelle
Foto: Reprodução

O jardim abre durante todo o ano. O ingresso custa 50 dirhams e mais 25 dirhams para visitar o Museu Berbère.

Onde encontrar:
Rue Yves Saint Laurent, Marrakech
Tel.: +212 5243-13047
www.jardinmajorelle.com

Fale conosco para organizar a sua viagem:

[email protected]

Sonhadora, viajante, apaixonada pela vida. Sara Meirinho é assistente de redação do Magari blu, consultora de viagens e exploradora em tempo integral. Acredita que os maiores erros que podemos cometer na vida são levar, na bagagem, roupas demais e sonhos de menos.