Hotel D’Angleterre em Copenhagen

Um dos primeiros hotéis de luxo do mundo, desde 1755 o Hotel D’Angleterre em Copenhagen já passou por diferentes fases e proprietários. O momento atual não poderia ser melhor.

Hotel d'Anglaterre

A fachada do Hotel D’Angleterre
Foto: Reprodução

Membro da Leading Hotels of the World, o hotel ficou fechado por 2 anos e meio para reformas e reabriu em maio de 2013 totalmente renovado – e ficou um espetáculo!

São 90 quartos hoje, que aumentaram de tamanho. Muitos móveis antigos foram mantidos, mas com releituras: uma nova textura aqui, um outro tecido ali… O que deixou o D’Angleterre com visual muito sofisticado e, ao mesmo tempo, clean e moderno.

00DSCN1117

As flores no lobby do Hotel D’Angleterre
Foto: magari blu

00DSCN1049

A escadaria do hotel, com as poltronas antigas que ganharam novo estofado
Foto: magari blu

Fiquei encantada com a amplitude dos quartos e suítes e com o excelente serviço. Os países escandinavos têm uma certa fama de não serem muito ligados ao luxo, mas para mim não tem nada mais luxuoso do que quartos espaçosos e atendimento impecável – e foi isso que encontrei no hotel.

00DSCN1065

Boas-vindas na suite!
Foto: magari blu

00DSCN1037

Deluxe One Bedroom Suite
Foto: magari blu

00DSCN1033

Deluxe One Bedroom Suite
Foto: magari blu

00DSCN1036

Banheiro de mármore com calefação no piso
Foto: magari blu

00DSCN1160

Deluxe Guest Room
Foto: magari blu

00DSCN1048

A chave de cerâmica é um charme!
Foto: magari blu

A localização é bem central, ouso dizer que a melhor para quem visita Copenhagen. Está de frente para o simpático canal Nyhavn, o must go da capital dinamarquesa. Além disso, atrás do hotel estão as ruas com ótimas lojas para compras e restaurantes.

Na praça onde está localizado, as obras estão a todo vapor. Vem estação de metrô aí (com previsão para 2018) e será mais um ponto a favor do tradicional D’Angleterre.

00DSCN1192

As instalações da obra do metrô originaram a “happy wall”
Foto: magari blu

00DSCN1193

Nas portinhas, todos deixam sua mensagem
Foto: magari blu

O restaurante Marchal, no térreo, tem uma estrela Michelin e leva o nome do primeiro proprietário do estabelecimento que funcionou como restaurante, antes de se tornar hotel. O menu do almoço é diverso do jantar, e os preços são razoáveis comparados a outros restaurantes europeus do Guia Michelin.

00DSCN1142

Marchal, o restaurante do hotel com uma estrela Michelin
Foto: magari blu

00DSCN1146

Ambiente do Marchal
Foto: magari blu

00DSCN1150

As janelas para a cozinha ficam em uma parede revestida de mármore
Foto: magari blu

00DSCN1152

Camarões Fjord com tomate, tomilho e creme vinagrete:
As lascas são geladinhas como sorvete
Foto: magari blu

00DSCN1156

Steak tartare com verduras e chips de batata
Foto: magari blu

Não deixe também de dar uma passada no Balthazar, champagne bar maravilhoso, que funciona na esquina do hotel das 16h em diante.

balthazar

Balthazar Champagne Bar
Foto: Reprodução

Para os hóspedes, tem ainda a maior piscina coberta da cidade, além de spa e bicicletas para aluguel. Conhecer Copenhagen de bike e de barco são as melhores maneiras!

00DSCN1114

Bikes para aluguel no exterior do hotel
Foto: magari blu

Foi a nossa opção para passar 2 dias em Copenhagen antes de embarcar no cruzeiro Regent Seven Seas pelo Mar Báltico. Combinação perfeita!

Testado e super aprovado pelo Magari blu!

Onde encontrar:
www.dangleterre.com

*Leia aqui mais dicas de Copenhagen!

Ana Maria Junqueira está sempre viajando pelo mundo. É editora do Magari blu, consultora em viagens e a embaixadora de viagens da Perrier no Brasil.