Guinness Storehouse e Irish Whiskey Museum em Dublin

Dicas da Irlanda por Larissa Correia

Guinnes Storehouse e Irish Whiskey Museum são destinos obrigatórios para quem é amante de um bom whiskey ou da tradicional cerveja irlandesa.

Os dois locais são muito procurados pelos viajantes que pretendem conhecer a história das duas grandes marcas, conjuntamente com uma incrível experiência e degustação conduzida por especialistas das melhores bebidas que Dublin pode oferecer.

Confira abaixo um pouquinho do que você encontrará por lá.

Guinness Storehouse

A visita à fábrica da Guinness, estabelecida em 1759 em St. James’s Gate, permite, além de conhecer o processo de produção, descobrir diversas curiosidades – como a origem do Guinness Book, aprender com um mestre cervejeiro como servir adequadamente uma pint da cerveja e ainda entender como a cevada maltada é torrada, moída, misturada com água quente e amassada, antes de se transformar em cerveja.

Guiness Store Foto: Reprodução

Guiness Storehouse
Foto: Reprodução

O tour é um verdadeiro mergulho na história da cerveja. Dividido em 7 andares, o prédio abriga logo na entrada a loja oficial da Guinness, com todo tipo de produto à venda.

Além disso, ainda no primeiro andar tem uma exposição dos vários métodos de transporte da cerveja por anos, a fabricação dos barris, a escolha dos ingredientes, e muito mais.

Guiness Store Foto: Reprodução

Guiness Storehouse
Foto: Reprodução

O passeio mostra também a evolução da premiada propaganda da marca e a melhor maneira de degustar a cerveja, com direito a uma pint inclusa no valor do ingresso.

No último andar, se você tiver tempo, aproveite o Gravity Bar, onde poderá desfrutar de uma cerveja de cortesia da Guinness e vislumbrar Dublin do alto, com uma vista 360º.

Guiness Store Foto: Reprodução

Guiness Storehouse
Foto: Reprodução

*Como chegar?

A Guinness fica a aproximadamente 20 minutos do centro de Dublin. O táxi sai em torno de 10 euros. Também é possível chegar até lá de ônibus. É só pegar o número 123 partindo de O’Connell Street ou o mesmo partindo de Dame Street, com duração de 10 minutos. Veja o mapa aqui.

Ingressos:
Adulto: € 16,50
Criança (menores de 12 anos): € 6,50
Compre os ingressos online com desconto.

Diariamente, das 9h30 às 17h.
Em julho e agosto fecha apenas às 19h. Não abre nos dias 24 e 25 de dezembro.
Duração do tour: 1h30

Saiba mais:
www.guinness-storehouse.com

Irish Whiskey Museum

 Localizado na entrada principal do Trinity College, o Whiskey Irish Museum é a atração turística mais central de Dublin e foi aberta em 2014.

Irish Whiskey Museum Foto: Reprodução

Irish Whiskey Museum
Foto: Reprodução

O museu apresenta uma série de exposições que detalham a história da destilação de uísque na Irlanda por meio de tecnologia interativa e atores. Os visitantes também têm a oportunidade de provar os uísques irlandeses em uma sala de degustação especial com rótulos que datam de 1.800.

Irish Whiskey Museum Foto: Reprodução

Irish Whiskey Museum
Foto: Reprodução

*Como chegar?

O Museu fica a aproximadamente 5 minutos de distância, caminhando, da Trinnity College e a 7 minutos da O’Connel Bridge.

Veja os tipos de tours:

Tour Standard:
No final de cada tour há uma degustação. Você pode experimentar 3 excelentes uísques irlandeses e aprender as sutis diferenças entre cada uma delas. O que está incluído: tour totalmente guiado, visita a 5 espaços exclusivos criados com o pano de fundo da Trinity College, degustação completa de 3 uísques irlandeses e acesso ao Café Bar, com vista para a Trinity College.

Ingressos:
Adulto: € 15
Sênior: € 13
Estudante: € 13
Criança (menores de 18 anos): € 7,50
Família: € 38
Grupos de pessoas (+10): € 12 por pessoa
As excursões partem a cada 20, 30 minutos (dependendo da época).

VIP Tour:
Por apenas um upgrade de € 3, é possível incluir a degustação de um uísque envelhecido por no mínimo 5 anos e uma lembrancinha do Irish Whiskey Museum.

Saiba mais:
www.irishwhiskeymuseum.ie

Formada em Comunicação Social pela UNESP, e curiosa por essência, Larissa sempre trabalhou com marketing e desenvolvimento de produtos. Há pouco, se mudou para a Europa em busca do seu próprio escritório itinerante mundo afora e para se dedicar a novos projetos como o @trendy.lab, no qual realiza previsões, pesquisas e relatórios de tendências, além de dar dicas de viagens no perfil @we.tripster.