Enzo Barretta fala sobre seu restaurante flutuante no mar da Sardenha

A série de entrevistas que está dando o que falar continua hoje com Enzo Barretta, proprietário dos restaurantes Ottava Isola e La Grotta na Sardenha.

O Ottava Isola é um restaurante flutuante, que se encontra sobre uma plataforma no meio do mar, onde é possível desfrutar pratos de massas e de frutos do mar sensacionais, com vista de 360º da água mais azul da Itália.

Eu tive a incrível oportunidade de conhecer o local e o próprio Enzo, e delirar com a comida e o visual, como já contei aqui!

Agora Enzo nos concede gentilmente uma entrevista super exclusiva, contando todos os detalhes do restaurante flutuante no mar e do arquipélago La Maddalena, na Sardenha.

Enzo Barretta no Ottava Isola
Foto: magari blu

magari blu: Parece um pouco óbvio, mas devo perguntar: por que você escolheu a Sardenha para viver?

Enzo Barretta: Os meus pais vieram de Pozzuoli, Nápoles, lá em 1929, onde tiveram 5 filhos homens – eu sou o último. Decidiram se estabelecer aqui pelo fascínio da ilha, que até hoje é tão encantadora.

 

mb: Quanto tempo levou entre a ideia de um restaurante flutuante e a sua abertura?

E.B.: O projeto nasceu há cerca de 30 anos, depois de vários experimentos com um pesqueiro de 15 metros. Com ele navegávamos pelo arquipélago, servindo e cozinhando a bordo lagostas e peixes grelhados. Em 2006, realizei meu sonho, erguendo uma plataforma de 33 metros com uma superfície de 500 m², obtendo, depois de diversas dificuldades burocráticas e um grande investimento, o sucesso merecido!

O restaurante flutuante Ottava Isola, numa plataforma no meio do mar!
Foto: magari blu

O interior do restaurante:
Detalhe para o chão de areia e o mar em volta
Foto: magari blu

mb: Há quanto tempo existe o restaurante?

E.B.: O restaurante, ou plataforma flutuante, está em serviço desde 2006. Mas não se esqueça que administro um restaurante histórico em La Maddalena chamado La Grotta, aberto desde 1958 pelos meus pais, que hoje tem sido administrado diretamente pelos meus filhos, Ferdinando e Maddalena. Eu tenho me dedicado à gestão do Ottava Isola, o restaurante flutuante.

 

mb: Como foi construída e como funciona a cozinha no meio do mar?

E.B.: A plataforma tem uma superfície de 500 m² e é autosuficiente com uma cozinha de 40 m², onde se preparam massas para 100 pessoas.

 

mb: Como é feito o transporte dos clientes até o restaurante Ottava Isola?

E.B.: O restaurante mantém à disposição 3 embarcações, sendo um Motoscafo de 12 metros que leva 8 pessoas, um Gommone de 11 metros que leva 35 pessoas e um Gommome de 7 metros que leva também 8 pessoas. Eles fazem o serviço de transporte de ida e volta de La Maddalena, Palau e Porto Cervo. Além deste serviço, é possível chegar ao restaurante com a sua própria embarcação. Temos defensas para barcos de 20 a 30 metros. Yatchs de 50 a 100 metros são ancorados e oferecemos serviço de barco para levar os clientes até o restaurante.

 

mb: Existem outros restaurantes como o seu na Sardenha?

E.B.: Hoje não existem outros restaurantes similares ao meu. Se existe algo, é do tipo barco-restaurante, que eu já deixei de lado, pois não agrada ao cliente comer em uma embarcação que se move. Por outro lado, na plataforma este problema foi resolvido, uma vez que as dimensões e o fundo plano não permitem nenhum movimento.

 

mb: Na sua opinião, qual é o lugar mais bonito da Sardenha?

E.B.: Esta pergunta, para um marinheiro como eu, é fácil! Depois de ter passado por diversos lugares de mar, não tive problema nenhum em identificar como um dos lugares mais lindos o arquipélago de La Maddalena, onde há um dos mares mais maravilhosos do mundo.

 

mb: Como é a cucina sarda [cozinha da Sardenha]? Qual o seu prato preferido?

E.B.: Não posso responder essa pergunta, porque a minha cozinha é estritamente de mar. Na Sardenha existem diversos pratos de alto nível, mas sobretudo de terra, carne, que não interessam à minha clientela. O prato mais importante do meu menu, sem dúvida, é “L’aragosta alle Sette-Otto”, a lagosta em salada, uma receita que conservo com ciúmes! Então convido a gentil clientela a vir me fazer uma visita, que vale a pena! A minha lagosta é a melhor que um chef pode preparar a uma clientela de bom gosto!

Spaghetti allo scoglio do Ottava Isola
Foto: magari blu

mb: Já veio ao Brasil? Onde? O que você mais gostou daqui?

E.B.: Esse ano, em fevereiro, visitei o Brasil pela primeira vez em razão de uma viagem que ganhei. Fui a Natal, onde passei uma semana de total relax, mas me prometi, depois da experiência positiva e da hospitalidade única dos nativos, que farei em 1 ano uma outra viagem focado em descobrir o fascínio deste país!

 

Grazie mille, Enzo! 😉 È stato un piacere!

Onde encontrar:

Ottava Isola ristorante galleggiante
Isola di S. Stefano
Arcipelago di La Maddalena
Tel: + 39 3384919198
E-mail: [email protected]