Dicas de Portobelo no Panamá

Viagens pela América Latina por Roberto Farkas Bitelman

Recentemente viajei para a América Central atrás de destinos interessantes, cultura, história, um pouco de aventura e, claro, hotéis descolados. Apesar de ter conhecido muita novidade, vou focar na minha experiência no Panamá, que por si só já vale a viagem.

Fui conhecer um pequeno vilarejo chamado Portobelo, a 1h15min da capital Cidade do Panamá, e bem pertinho de Colón, maior porto do país e também uma zona franca, no mar do Caribe.

Portobelo
Foto: Divulgação

Chegando em Portobelo, tomei uma lancha e em 8 minutos estava num dos hotéis mais incríveis que já visitei, El Otro Lado – Private Retreat.

El Otro Lado
Foto: Divulgação

O hotel está numa encosta tomada por floresta tropical, de frente para uma baía linda e charmosa, por onde já passaram muitos piratas, como o famoso Henry Morgan, no século 17. E ele não passou ali à toa: a baía era o ponto de junção de boa parte de ouro extraído tanto do Peru, como da América do Norte, que depois seguia para a Espanha.

El Otro Lado
Foto: Divulgação

Tanto essa corrida do ouro, como a construção do canal do Panamá – muitos anos depois – movimentaram um número enorme de escravos africanos, principalmente do Congo. E foi impressionante ver como a cultura do Congo está expressa no local, na gastronomia, na arte e no modo de vida.

El Otro Lado
Foto: Divulgação

Fui para o Panamá atrás de um paraíso natural, e me surpreendi com estes aspectos culturais marcantes e que são valorizados pelo hotel El Otro Lado, que trabalha em parceria com escolas de arte, música, dança e com a comunidade de forma geral.

El Otro Lado
Foto: Divulgação

O hotel em si é um espetáculo. Apenas 8 quartos, todos muito caprichados, com atenção nos mínimos detalhes e uma gastronomia espetacular e cuidadosa.

El Otro Lado
Foto: Divulgação

É um paraíso para relaxar e curtir a natureza, cheio de atividades, como snorkeling e mergulho, passeios de barco por praias maravilhosos e pelo mangue (de preferência no final da tarde), diversas opções de caminhada na floresta (que variam de 40 minutos a 4 horas), além de visitas culturais em fortes próximos à propriedade e outras surpresas bacanas.

El Otro Lado
Foto: Divulgação

El Otro Lado
Foto: Divulgação

E o mais legal disso tudo é que voar a partir de São Paulo e de outras cidades para o Panamá é muito fácil. Menos de 7 horas de voo e, chegando lá, em menos de 2 horas você estará no hotel. Sugiro pelo menos 3 noites, mas se tiver tempo, dá pra ficar 5, 6…

Fale conosco para organizar a sua viagem:

[email protected]

Administrador especializado em Comportamento do Consumidor, Roberto Farkas Bitelman está no ramo de viagens há 13 anos e seu trabalho é focado em destinos no Brasil e América Latina. Ë fundador do selo SUL Hotels, que reúne os melhores hotéis independentes da América Latina, e sócio dos restaurantes Le Jazz em São Paulo. Sua grande paixão é descobrir os melhores lugares para se hospedar, comer e visitar pelo nosso continente e é esse o assunto tratado por Roberto no Magari Blu.