Dicas de Fernando de Noronha

05/09/2014

Maíra Caiaffa procurou o Magari blu para organizar uma viagem romântica de 4 dias em Fernando de Noronha, na Pousada Zé Maria! Na volta, além da satisfação total com os dias no paraíso, ela nos passou as suas melhores dicas.

piscinaZeMaria

Piscina da Pousada Zé Maria
Foto: Maíra Caiaffa

Anote:

Como chegar?

Mais ou menos 3 horas de São Paulo até Recife e de lá mais 50 minutos até Noronha. Vale a pena sair bem cedinho pra chegar e ainda aproveitar um belo pôr do sol.

Para entrar em Noronha é preciso pagar a taxa de Preservação Ambiental (valor cobrado por dia). É melhor pagar antes de ir, pois fica uma fila enorme para preencher formulário e pagar no local, e quem já pagou com antecedência não precisa pegar fila. A taxa pode ser quitada pelo site aqui.

Onde ficar?

As pousadas que achei mais legais foram a Maravilha, Zé Maria e Teju Açu. O serviço na Zé Maria, onde fiquei, é muito bom, tem estilo rústico (como quase tudo lá) e a comida do restaurante é muito boa.

O que fazer?

DIA 1

Assim que chegamos fomos ver o pôr do sol na praia da Conceição, onde está o Morro do Pico. Dá pra ir andando da Zé Maria (uns 10 minutos em uma estradinha de terra).

PraiaDaConceicao

Praia da Conceição
Foto: Maíra Caiaffa

Fomos ao Bar do Meio, que fica entre a praia da Conceição e a praia do Meio. O bar é super simples, mas gostoso, tem música ao vivo. Vale a pena pedir drinks e ficar curtindo o pôr do sol.

Praia do MeioFoto: Maíra Caiaffa

Praia do Meio
Foto: Maíra Caiaffa

Depois jantamos no restaurante da pousada Teju Açu, que é super perto da Zé Maria. A comida é uma delícia, o restaurante é bem pequeninho, fica ao lado da piscina, super charmoso (vale a pena pedir o risoto de camarão).

DIA 2

Alugamos um bugue e fomos visitar as praias do Sancho, Baía dos Porcos e Caximba do Padre.

A praia do Sancho é maravilhosa! Para entrar nela é preciso fazer uma carteirinha que você faz lá mesmo ou no centrinho da cidade (custa R$ 75,00). Fiz lá e não peguei nenhuma fila.

PraiaDoSancho

Praia do Sancho
Foto: Maíra Caiaffa

Ao entrar no Parque onde ficam essas praias, tem uma trilha que para ir ver os golfinhos ou ir direto para o mirante, onde desce para a praia do Sancho (por uma escadinha de metal). A vista é maravilhosa, do morro Dois Irmãos.

BaiaDosPorcos-vistamirantesancho

Baía dos Porcos: vista do Mirante da Praia do Sancho
Foto: Maíra Caiaffa

Importante: não dá para descer na Baía dos Porcos (onde fica o Dois Irmãos) pela praia do Sancho. O jeito é ir de bugue e estacionar na praia do lado, que chama Caximba do Padre, e andar por cima das pedras por cerca de 5 minutos até a Baía dos Porcos. O local é demais para mergulho de snorkel, com diversos peixes, arraias, etc.

CaximbaDoPadre

Caximba do Padre
Foto: Maíra Caiaffa

Depois, almoçamos num restaurante Mergulhão, que fica no porto da ilha. O pôr do sol lá é simplesmente maravilhoso! A comida é muito boa (dica: dadinho de queijo qualho com mel).

DadinhoMergulhao

Dadinho com mel do Mergulhão
Foto: Maíra Caiaffa

Me recomendaram 2 restaurantes para ir jantar nesse dia, Varanda e Auri Romão. Mas almoçamos tão tarde que acabamos não jantando.

DIA 3

No terceiro dia alugamos um barco na própria pousada Zé Maria. O barco chama Maria Bonita e eles alugam para pessoas que não são hospedes também. Já vem com um marinheiro e um ajudante.

Na minha opinião, foi a melhor forma de conhecer a ilha! O passeio começa na Ilhas Secundárias (perto do porto) e vai até o final da Ilha, onde é o ponto de reprodução dos golfinhos e, além disso, eles vão dando todas as explicações durante o caminho. Vimos vários golfinhos e tartarugas. Na volta, paramos para mergulhar na praia do Sancho. O aluguel do barco por 4 horas custa em média R$ 3.000,00 e leva até 6 pessoas.

BarcoGolfinhos

Passeio de barco para ver os golfinhos
Foto: Maíra Caiaffa

Esse dia almoçamos na pousada Maravilha, que fica na praia do Sueste. A vista do restaurante é linda e a comida a que mais gostei (dica: frutos dos mar Maravilha).

Dali é possível descer para a praia do Sueste, que fica do lado da praia do Leão. As duas são ótimas para mergulho de snorkel e é onde a gente vê mais tartaruga e tubarão, principalmente na Praia do Leão.

Maravilha

Pousada Maravilha
Foto: Maíra Caiaffa

À noite, jantamos no Festival Gastronômico da Zé Maria. É um buffet com mais de 40 tipos de pratos e 20 sobremesas. As mesas são compartilhadas. O festival acontece toda quarta e sábado, começa mais ou menos às 21h. Para falar a verdade, eu gostei médio. A comida é boa, mas achei muito lotado.

DIA 4

No último dia aproveitamos a piscina da pousada Zé Maria e almoçamos por lá mesmo.

*Como se locomover por Noronha?

Dá para fazer tudo de bugue em Noronha. A ilha é super pequena e as ruas para as praias são de terra, então bugue é a melhor opção (dica para as meninas: prendam o cabelo!). Na época em que fui a Noronha (agosto), o aluguel do bugue custa de em média R$ 150,00/200,00 a diária.

Pedir táxi quando você está em alguma pousada é facil e eles vêm rápido, mas pedir em alguma praia é praticamente impossível.

Obrigada pelas dicas, Maíra! Até a próxima viagem!