Dicas da Islândia

Por Teresa Perez Tours

A segunda maior ilha europeia – após a Grã-Bretanha – foi descoberta por vikings no século 9. A partir de então, serviu de trampolim para a exploração de novas terras a oeste.

Assim, a terra do gelo foi a plataforma de ataque para que Eric, o Vermelho, descobrisse a Groenlândia, a terra verde. Posteriormente, os colonizadores groenlandeses chegariam em terras que hoje pertencem ao Canadá e aos Estados Unidos.

Islândia Foto: Teresa Perez Tours

Islândia
Foto: Teresa Perez Tours

Por ser tão perto do Círculo Polar, é um dos pontos onde é possível observar a aurora boreal – um dos espetáculos mais deslumbrantes da natureza, que acontece entre setembro e março.

Aurora Boreal Foto: Teresa Perez Tours

Aurora Boreal
Foto: Teresa Perez Tours

Outra das maiores características do país é a quantidade de luz natural, que varia drasticamente por temporada e resulta no sol da meia-noite – período do verão em que o sol não se põe, ou apenas se põe rapidamente, por poucos minutos, sem permitir uma escuridão total. Nos equinócios de março e setembro, os dias e as noites são de cerca de igual comprimento, como no resto do mundo. Já em dezembro, são quase 20 horas de escuridão.

País rico em cultura e história, a discreta Islândia tornou-se notícia no mundo em 2010, quando a erupção do vulcão Eyjafjallajökul (pronuncia-se êiá-fia-la-yo-kul) resultou no fechamento da maior parte dos aeroportos europeus, causando um caos aeroviário sem precedentes.

Antes do desastre natural, em 2008 – com muito menos atenção da mídia internacional – a Islândia converteu-se no foco de atenção para os movimentos sociais progressistas do mundo inteiro já que os 3 únicos bancos – privatizados ou privados – colapsaram em consequência da crise nos Estados Unidos. Para surpresa tanto dos observadores mundiais quanto dos próprios islandeses, manifestações foram realizadas frente ao Parlamento com milhares de participantes. Em poucas semanas o Governo caiu e o diretor do banco central renunciou.

A crise levou à necessidade de redigir uma nova Constituição. Para tanto, algo inovador foi posto em prática. Ao invés de deixar o trabalho na mão dos políticos, 25 cidadãos apartidários foram eleitos para representar a população e, assim, escrever uma constituição atual e plausível com o cenário presente – o texto antigo era de 1944, quando a Islândia conseguiu a independência da Dinamarca.

Islândia Foto: Teresa Perez Tours

Islândia
Foto: Teresa Perez Tours

Essa é a Islândia: no céu, o espetáculo de luzes e cores da aurora boreal; na água, visibilidade de mais de 100 metros de profundidade em um mergulho que acontece entre as placas tectônicas que separam a América e a Eurásia; na terra, paisagens deslumbrantes, únicas, aos pés de vulcões – extintos e em plena atividade – onde a natureza desafia sistematicamente a admirável resiliência humana; e um povo altamente educado e civilizado, capaz de impor seus desejos e necessidades.

Islândia Foto: Teresa Perez Tours

Islândia
Foto: Teresa Perez Tours

*O que fazer?

Reykjavík

Embora sem a mesma grandiosidade de outras capitais europeias, Reykjavík tem um charme todo especial. Museus, ladeiras, praças e monumentos históricos, casas coloridíssimas, arquitetura arrojada, além de dezenas de restaurantes e lojas concentradas nas ruas Laugavegur e Laekjargata. A noite começa a partir das 22h e vai longe – mas prepare os casacos! No inverno, a temperatura média é de 0,4°C negativo e no verão, não passa de 11,2°C.

Com pouco mais de 100 mil habitantes, Reykjavík é a capital mais setentrional do mundo. Sem arranha-céus ou grandes monumentos, caracteriza-se pelos telhados coloridos de suas casas. Ali, ferve uma cidade animada, com bares lotados de gente bonita e restaurantes com muito caráter. Parques e lagos salpicam a faixa urbana com algumas boas atrações, como a igreja Hallgrímskirkja e o complexo turístico de Perlan, de onde se tem grandes vistas do entorno. Outra atividade bem popular é desfrutar das muitas piscinas termais, que são, na prática, um importante aspecto da vida social dos islandeses.

Viking Maritime Museum (Museu Marítimo dos Vikings)

Instalado em uma antiga fábrica, o pequeno Museu Marítimo dos Vikings celebra o patrimônio marítimo do país, focando nos roubos dos piratas nórdicos que transformaram a economia da Islândia. Grande parte da informação está apenas em islandês, mas as imagens do cinema mudo das tripulações em ação valem a visita.

Vicking Maritime Museum  Foto: Teresa Perez Tours

Viking Maritime Museum
Foto: Teresa Perez Tours

Onde encontrar:

Grandagardur 8, Reykjavík
Tel.: 354 5179400
www.sjominjasafn.is

National Museum of Iceland (Museu Nacional da Islândia)

O Museu Nacional da Islândia tem uma exposição permanente imaginativa, que traça a história do país a partir do primeiro assentamento até o presente. Há também exposições temporárias, a maior parte remontando a história nórdica e islandesa.

National Museum of Iceland Foto: Teresa Perez Tours

National Museum of Iceland
Foto: Teresa Perez Tours

Onde encontrar:

Sudurgotu 41, Reykjavík
Tel: 354 5302200
www.thjodminjasafn.is
Abre diariamente 10h-17h

Thingvellir National Park (Parque Nacional Thingvellir)

O Parque Thingvellir é uma área conhecida por suas formações de lava, além de ser um dos únicos lugares do mundo onde é possível observar o distanciamento entre as placas tectônicas. A cada ano, milhares de pessoas visitam o sítio mais histórico da Islândia – uma verdadeira joia da natureza. O passeio inclui uma visita ao The Geyser, que deu nome a todas as erupções de água quente do mundo. O parque foi declarado Patrimônio Cultural e Natural da Humanidade pela Unesco em 1972.

Thingvellir National Park Foto: Teresa Perez Tours

Thingvellir National Park
Foto: Teresa Perez Tours

Onde encontrar:

Thingvellir National Park
Aproximadamente 50km ao nordeste de Reykjavík
Tel: 354 4822660
www.thingvellir.is

Blue Lagoon (Lagoa Azul)

Um dos pontos turísticos mais procurados da Islândia, a Blue Lagoon é um spa geotermal, com águas quentes vindas do centro do Terra. Além dos tratamentos imperdíveis, os visitantes podem saber um pouco mais da história do local em visitas guiadas por especialistas.

Blue Lagoon Foto: Teresa Perez Tours

Blue Lagoon
Foto: Teresa Perez Tours

Onde encontrar:

Grindavík 240
Aroximadamente 50km ao sul de Reykjavík
Tel: 354 4208800
www.bluelagoon.com

*Onde comer?

3 Frakkar

Esta restaurante familiar na antiga Reykjavík Central foi inaugurado pelo chef Ulfar Eysteinsson em 1989.

Popular entre os locais e descaradamente islandês, 3 Frakkar acomoda apenas 44 visitantes em sua acolhedora, old-school, sala de jantar enfeitada com peixes de madeira e cabeças de carneiros nas paredes.

O restaurante serve pratos indígenas e populares, incluindo bacalhau, cabeça de peixe frita e conserva de peixe com pão preto. Especialidades mais exóticas incluem baleia regada em pimenta com toques potentes de uma bebida alcoólica local chamada Black Death.

3 Frakkar Foto: Divulgação

3 Frakkar
Foto: Divulgação

Onde encontrar:

Baldursgata 14, Reykjavík
Tel: 354 5523939
www.3frakkar.com

Fish Market

Situado num edifício histórico de estrutura de madeira no centro da cidade de Reykjavík, este icônico restaurante está instalado em uma casa de arquitetura islandesa clássica com elegante decoração asiática.

Bambu, luzes baixas e detalhes em preto contrastam com as vigas de madeira da estrutura de dois andares. Os ares asiáticos do restaurante combinam com seu menu: especialidades tradicionais islandesas são recriadas em forma de sushi, sashimi e pratos de marisco com toques asiáticos pela célebre chef Hrefna Saetran.

Fish Market Foto: Divulgação

Fish Market
Foto: Divulgação

Onde encontrar:

Adalstraeti 5, Reykjavík
Tel: 354 5788877
www.fiskmarkadurinn.is

Fish Company

Apesar do nome Fish Company (Fiskfelagid), o restaurante serve pratos tanto do mar quanto da terra – tudo com um toque internacional e espírito aventureiro.

O menu de fusão é baseado em ervas e temperos selecionados de todo o mundo, desde o skyr do próprio país até o jamón serrano da Espanha, passando pelas especiarias indianas e o chimichurri argentino.

Fish Company Foto: Divulgação

Fish Company
Foto: Divulgação

Onde encontrar:

Vesturgotu 2a, Reykjavík
Tel: 354 5525300
www.fishcompany.is

*Onde ficar?

Alda Hotel [Reykjavík]

O Alda Hotel fica localizado na principal via de compras de Reykjavík, o que possibilita fácil acesso para toda a cidade. Logo na entrada, percebe-se o seu estilo moderno em amplos ambientes.

Seus 65 quartos são espaçosos e seguem uma escala de cores que alterna tons terrosos e creme. Com vista para o mar, as montanhas, ou para as belas construções da cidade, todos os hóspedes se sentem totalmente descansados aqui após um dia de passeio pela natureza da Islândia, ou na cidade.

Foto: Alda Hotel

Foto: Alda Hotel

Foto: Alda Hotel

Foto: Alda Hotel

Foto: Alda Hotel

Foto: Alda Hotel

Onde encontrar:
www.aldahotel.is

101 Hotel [Reykjavík]

O 101 Hotel está instalado em um edifício com design excepcional, construído na década de 1930.

Situada ao lado da Opera House de Reykjavik e de outras instituições culturais, a propriedade também demonstra vocação para a cena artística — abriga uma galeria de arte de vanguarda sob um teto de vidro, e exibe obra de artistas islandeses em suas áreas sociais.

Foto: 101 Hotel

Foto: 101 Hotel

Foto: 101 Hotel

Foto: 101 Hotel

Foto: 101 Hotel

Foto: 101 Hotel

Onde encontrar:
www.101hotel.is

ION Luxury Adventures Hotel [Nesjvallir]

A aura de aventura que cerca a Islândia é um dos ingredientes que ajudam a formar um dos países mais singulares do planeta.

O ION Luxury Adventures Hotel se inspira nessa conhecida faceta do país para oferecer uma grande variedade de experiências, na região do Parque Nacional Thingvellir.

Foto: ION Luxury Adventures Hotel

Foto: ION Luxury Adventures Hotel

Ao mesmo tempo em que garante o máximo de tranquilidade em meio a paisagens que fazem jus à fama de “terra do fogo e gelo” da Islândia, o hotel expande os conceitos de exploração ao preparar terreno para atividades como caminhada por geleiras, pesca, kaiaking e passeios a cavalos pelas montanhas da região.

Foto: ION Luxury Adventures Hotel

Foto: ION Luxury Adventures Hotel

Foto: ION Luxury Adventures Hotel

Foto: ION Luxury Adventures Hotel

Onde encontrar:
www.ioniceland.is

Rangá Hotel [Hella]

A localização privilegiada do Hotel Rangá, no interior da Islândia, é ideal para apreciar um dos fenômenos mais espetaculares do país, a Aurora Boreal.

Aurora Boreal Foto: Teresa Perez Tours

Aurora Boreal
Foto: Teresa Perez Tours

Foto: Rangá Hotel

Foto: Rangá Hotel

Seus quartos, além de confortáveis, oferecem vista para o Rio Rangá Leste e o vulcão Monte Hekla.

Foto: Rangá Hotel

Foto: Rangá Hotel

O restaurante completa a experiência, com gastronomia que combina as cozinhas nórdica e mediterrânea.

Foto: Rangá Hotel

Foto: Rangá Hotel

Onde encontrar:
www.hotelranga.is

Consulte-nos para ter seu roteiro personalizado por Magari blu e Teresa Perez Tours:

[email protected]