Como lidar com imprevistos em viagens

23/11/2017

Imprevistos acontecem todos os dias e podem ser ainda mais suscetíveis de ocorrer quando estamos longe de casa. O importante é não se desesperar e nem deixar que estrague a sua viagem!

Saiba como lidar com imprevistos em viagens.

1- Bagagem extraviada

Pode acontecer, e pode ser aquela pequena aflição de ser a sua a última mala a dar as caras na esteira ou pode ser mesmo que sua bagagem simplesmente não tenha vindo com você no avião.

Você precisa fazer a reclamação do balcão da companhia antes de sair do aeroporto e seguir acompanhando com eles. Não tem nada que você possa fazer para evitar isso, a não ser viajar só com a mala de mão e não desgrudar dela.

Ao despachar itens, você está sujeito a um extravio de bagagem. Mas dá pra minimizar o desconforto carregando sempre uma muda de roupa na mala de mão para um infortúnio assim, além de contratar, antes, um seguro-viagem que dê alguma cobertura para este caso.

2- Não era o que eu esperava

Acontece. Seja o hotel, o carro, o restaurante, o passeio, o museu… Qualquer coisa pode não atender as suas expectativas numa viagem. Talvez você tenha feito uma imagem errada, não tenha pesquisado bem o suficiente ou talvez o serviço fosse ruim mesmo.

Em alguns casos, dá para tentar um reembolso, se estivermos falando de um defeito estrutural num hotel, de um guia que abandonou os clientes no meio do tour, de situações mais extremas. Mas se for questão de gosto, infelizmente não tem muito o que fazer. Fora tirar a lição. A gente aprende errando. A gente aprende o que não funciona conosco, o que gostamos e não gostamos, experimentando. Então tente encarar de uma forma mais positiva e não deixe arruinar o dia, muito menos a viagem.

3- Gasto emergencial

Pode ser um problema de saúde que o seguro-viagem não cobre; pode ser um celular ou máquina fotográfica que não está mais funcionando, pode ser um voo que foi perdido e precisa ser remarcado com multa… Imprevistos que envolvem gastos emergenciais são bastante suscetíveis de acontecer em uma viagem.

Portanto, tente não viajar com o dinheiro contado e faça sempre uma provisão. Seja em dinheiro vivo ou de limite no cartão, para que você tenha por onde se socorrer se precisar gastar algo fora do script. Ninguém gosta de ter algum custo fora do previsto, mas é melhor você ter uma sobrinha para conseguir resolver a situação do que simplesmente não ter.

Seja qual for o imprevisto, o mais importante é manter a calma e levar as coisas um pouco mais na esportiva. Saber relevar algo que não foi exatamente o esperado, saber rir de si mesmo, saber se virar nos 30 para mudar uma programação de última hora, tudo isso sem deixar que o inesperado seja catastrófico. É a maior sabedoria de quem sabe viajar bem, e acho de quem sabe viver bem também!

Fale conosco:

[email protected] 

Ana Maria Junqueira é a idealizadora do blog Magari Blu e fundadora da premiada agência de viagens Magari Blu Viagens. Escreve sobre viagens, faz a curadoria de todo o conteúdo que você vê por aqui e organiza roteiros personalizados e reservas.