Cambará do Sul, porta de entrada para os cânions no Rio Grande do Sul

10/11/2015

Viagens pela América Latina por Roberto Farkas Bitelman

Se você ainda não conhece os cânions do Itaimbezinho e de Fortaleza, no Rio Grande do Sul, recomendo muito incluir em alguma de suas próximas viagens.

Canyons do Itaimbezinho Foto: Reprodução

Cânions do Itaimbezinho
Foto: Reprodução

Com tantos destinos incríveis dentro e fora do Brasil, às vezes nos esquecemos desta região – as serras gaúchas, na divisa com Santa Catarina – e muitos não têm ideia de quão impressionante e linda ela é.

A porta de entrada para explorar cânions, cachoeiras, trilhas e mirantes é a minúscula cidade de Cambará do Sul. Para chegar lá, o jeito mais fácil é voar para Porto Alegre e pegar um carro. São 2 horas e meia de viagem.

LEIA MAIS:

DESTINOS PARA VISITAR NO RIO GRANDE DO SUL

E, como todo destino que justifique a viagem, Cambará tem um pequeno hotel, debruçado sobre um rio e um penhasco, chamado Parador Casa da Montanha.

Foto: Parador Casa da Montanha

Foto: Parador Casa da Montanha

Foto: Parador Casa da Montanha

Foto: Parador Casa da Montanha

Este refúgio de luxo no meio de um lindo campo conta com acomodações confortáveis, que incluem varandas com linda vista e hidromassagem, áreas comuns aconchegantes para curtir um final de tarde com uma fogueira e bom papo, excelente gastronomia e um serviço atencioso e personalizado.

Foto: Parador Casa da Montanha

Foto: Parador Casa da Montanha

Foto: Parador Casa da Montanha

Foto: Parador Casa da Montanha

Foto: Parador Casa da Montanha

Foto: Parador Casa da Montanha

Foto: Parador Casa da Montanha

Foto: Parador Casa da Montanha

Foto: Parador Casa da Montanha

Foto: Parador Casa da Montanha

Mas o que mais impressiona é a quantidade de opções de atividades na natureza que o próprio hotel oferece. Variam de agradáveis e despretensiosas caminhadas, passando por passeios a cavalo, de bicicleta, quadriciclo, 4×4, e vão até sobrevoos em helicóptero, com direito a brinde no topo das paredes dos cânions. É de tirar o fôlego!

Foto: Parador Casa da Montanha

Foto: Parador Casa da Montanha

Foto: Parador Casa da Montanha

Foto: Parador Casa da Montanha

Foto: Parador Casa da Montanha

Foto: Parador Casa da Montanha

Recomendo passar, se possível, pelo menos 3 noites por lá, pra ter 2 dias inteiros de atividades e tempo para relaxar e curtir o silêncio, o charme a natureza do lugar.

Foto: Parador Casa da Montanha

Foto: Parador Casa da Montanha

Boa viagem!

Onde encontrar:
www.paradorcasadamontanha.com.br

Administrador especializado em Comportamento do Consumidor, Roberto Farkas Bitelman está no ramo de viagens há 13 anos e seu trabalho é focado em destinos no Brasil e América Latina. É fundador do selo SUL Hotels, que reúne os melhores hotéis independentes da América Latina, e sócio dos restaurantes Le Jazz em São Paulo. Sua grande paixão é descobrir os melhores lugares para se hospedar, comer e visitar pelo nosso continente e é esse o assunto tratado por Roberto no Magari Blu.