Cambará do Sul, porta de entrada para os cânions no Rio Grande do Sul

Viagens pela América Latina por Roberto Farkas Bitelman

Se você ainda não conhece os cânions do Itaimbezinho e de Fortaleza, no Rio Grande do Sul, recomendo muito incluir em alguma de suas próximas viagens.

Canyons do Itaimbezinho Foto: Reprodução

Cânions do Itaimbezinho
Foto: Reprodução

Com tantos destinos incríveis dentro e fora do Brasil, às vezes nos esquecemos desta região – as serras gaúchas, na divisa com Santa Catarina – e muitos não têm ideia de quão impressionante e linda ela é.

A porta de entrada para explorar cânions, cachoeiras, trilhas e mirantes é a minúscula cidade de Cambará do Sul. Para chegar lá, o jeito mais fácil é voar para Porto Alegre e pegar um carro. São 2 horas e meia de viagem.

LEIA MAIS:

DESTINOS PARA VISITAR NO RIO GRANDE DO SUL

E, como todo destino que justifique a viagem, Cambará tem um pequeno hotel, debruçado sobre um rio e um penhasco, chamado Parador Casa da Montanha.

Foto: Parador Casa da Montanha

Foto: Parador Casa da Montanha

Foto: Parador Casa da Montanha

Foto: Parador Casa da Montanha

Este refúgio de luxo no meio de um lindo campo conta com acomodações confortáveis, que incluem varandas com linda vista e hidromassagem, áreas comuns aconchegantes para curtir um final de tarde com uma fogueira e bom papo, excelente gastronomia e um serviço atencioso e personalizado.

Foto: Parador Casa da Montanha

Foto: Parador Casa da Montanha

Foto: Parador Casa da Montanha

Foto: Parador Casa da Montanha

Foto: Parador Casa da Montanha

Foto: Parador Casa da Montanha

Foto: Parador Casa da Montanha

Foto: Parador Casa da Montanha

Foto: Parador Casa da Montanha

Foto: Parador Casa da Montanha

Mas o que mais impressiona é a quantidade de opções de atividades na natureza que o próprio hotel oferece. Variam de agradáveis e despretensiosas caminhadas, passando por passeios a cavalo, de bicicleta, quadriciclo, 4×4, e vão até sobrevoos em helicóptero, com direito a brinde no topo das paredes dos cânions. É de tirar o fôlego!

Foto: Parador Casa da Montanha

Foto: Parador Casa da Montanha

Foto: Parador Casa da Montanha

Foto: Parador Casa da Montanha

Foto: Parador Casa da Montanha

Foto: Parador Casa da Montanha

Recomendo passar, se possível, pelo menos 3 noites por lá, pra ter 2 dias inteiros de atividades e tempo para relaxar e curtir o silêncio, o charme a natureza do lugar.

Foto: Parador Casa da Montanha

Foto: Parador Casa da Montanha

Boa viagem!

Onde encontrar:
www.paradorcasadamontanha.com.br

Administrador especializado em Comportamento do Consumidor, Roberto Farkas Bitelman está no ramo de viagens há 13 anos e seu trabalho é focado em destinos no Brasil e América Latina. É fundador do selo SUL Hotels, que reúne os melhores hotéis independentes da América Latina, e sócio dos restaurantes Le Jazz em São Paulo. Sua grande paixão é descobrir os melhores lugares para se hospedar, comer e visitar pelo nosso continente e é esse o assunto tratado por Roberto no Magari Blu.