Botanique Hotel e Spa em Campos do Jordão

Tendências em Viagens por Rogéria Pinheiro

Imagine um lugar onde a palavra “não” ganha um novo significado? NÃO há desejo que não possa ser realizado. NÃO há horários a cumprir, NÃO há preocupações com dress code. Esse lugar existe e fica a apenas 2 horas e meia de São Paulo.

O Botanique Hotel & Spa me surpreendeu em todos os sentidos – confesso que minhas expectativas já eram altas, mas a experiência foi além.

Desde sua inauguração há 3 anos, quando o empresário Ricardo Semler apresentava ao Brasil o conceito de pós-luxo como conceito-vetor do hotel, tive muita curiosidade de entender mais sobre o que estava por trás de sua ideia. E só experimentando é possível compreender.

Cada detalhe foi cuidadosamente pensado para proporcionar ao hóspede a sensação de estar em sua própria casa, onde quem dita as regras é ele. E a promessa é cumprida.

A começar pela construção, imponente mas nada agressiva. Ali estão uma enorme quantidade de vidros, além do pé direito altíssimo e o uso de madeira e de pedras rústicas, que compõem um cenário deslumbrante que nos envolve ainda mais com a natureza, mantendo uma atmosfera elegante e muito aconchegante.

Construído no Vale dos Melos, fica a 12km da cidade de Campos do Jordão, envolvido pelas majestosas e verdejantes montanhas da Serra da Mantiqueira. Jardins e hortas orgânicas se misturam em total harmonia embelezando ainda mais o local e para qualquer lado que se olhe a vista é de tirar o fôlego. É fácil confundir-se e achar que está nos Alpes Europeus.

Almoço com vista Foto: Rogéria Pinheiro

Almoço com vista
Foto: Rogéria Pinheiro

Na área principal do hotel estão 6 suítes, lindamente decoradas, com toque clean e contemporâneo. Atente-se para os pequenos detalhes como objetos de arte e tapeçarias.

Lounge Foto: Rogéria Pinheiro

Lounge
Foto: Rogéria Pinheiro

Há também dois lounges comuns aos hóspedes.

Lounge Foto: Rogéria Pinheiro

Lounge
Foto: Rogéria Pinheiro

Nos jardins estão distribuídas mais 11 vilas, cada uma com formatação e decoração únicas. Nada de números para identificar cada vila, elas são batizadas com nomes que remetem à botânica. A Bainha (chama-se bainha a parte da folha das plantas vasculares que se prende ao caule) foi escolhida para nos receber. E que recepção!

Desde nossa chegada até o momento de partir, a impressão foi de estar vivendo algo surreal. Chegamos por volta da meia-noite no Botanique, após viagem cansativa pois estava chovendo cântaros e a estrada bem sinuosa pedia atenção dobrada.

A equipe sorridente e disposta nos recebeu como se fosse meio-dia e esse acolhimento foi só o começo. Deixamos o carro na belíssima casa de vidro, onde todos são recepcionados, e fomos levados de carrinho de golfe para nossa vila, a Bainha.

Botanique Hotel & Spa Foto: Rogéria Pinheiro

Botanique Hotel & Spa
Foto: Rogéria Pinheiro

A Vila Bainha tem um quarto enorme e antessala com lareira. Na parte de baixo há uma sala de estar com home theater e varanda. No jardim está a banheira feita de pedra e voltada para as montanhas – ambiente ideal para relaxar e desfrutar algumas taças de um bom vinho em boa companhia.

Vila Bainha Foto: Rogéria Pinheiro

Vila Bainha
Foto: Rogéria Pinheiro

Banheira de pedra - Vila Bainha Foto: Rogéria Pinheiro

Banheira de pedra – Vila Bainha
Foto: Rogéria Pinheiro

Toda a equipe merece destaque. O Junior, super gentil, nos conduziu e apresentou tudo na Bainha, acendeu a lareira, providenciou room service, nos recebeu e acomodou sempre com um carisma inigualável e eficiência sem igual.

Se você opta por pensão completa a preocupação é zero, seja com as gorjetas, frigobar, room service, passeios, etc. Também não há check in convencional, tudo é tratado antes de chegada.

Nossos olhos encheram d’água ao encontrar uma foto de um momento especial, letras de músicas que fizeram parte da nossa história até ali e, para completar, recebemos uma mensagem muito delicada e personalizada – tudo preparado pelo querido Felix, guest relations do Botanique.

Pela manhã, acordamos com café da manhã na vila, exatamente como selecionado na noite anterior. Ingredientes fresquinhos, produtos orgânicos e 100% brasileiros. Essa é, aliás, outra característica do conceito trazido por Semler: valorizar produtores e artistas brasileiros, assim como a comunidade local que é incentivada, treinada e faz parte do quadro de colaboradores com muita paixão e dedicação.

Café da manhã no quarto Foto: Rogéria Pinheiro

Café da manhã no quarto
Foto: Rogéria Pinheiro

Passeando pelos jardins, sempre encontramos um sorriso e atenção. Dentre tantas opções de passeio, decidimos nos aventurar em uma trilha leve. Como era de se esperar (afinal já estávamos ficando mal acostumados) recebemos todas as orientações, equipamento de segurança e água.

Você pode também levar a sua própria bike para explorar a linda região, ou utilizar uma das bicicletas do hotel.

Botanique Hotel & Spa Foto: Rogéria Pinheiro

Botanique Hotel & Spa
Foto: Rogéria Pinheiro

Depois do passeio, nada melhor que relaxar no spa e seus tratamentos exclusivos e tentadores. As saunas são incríveis. A seca tem um janelão de vidro e a vista é linda, óbvio. A úmida tem um sistema que libera água mineral geladinha a cada 3 minutos.

Sem falar na piscina isotônica, que contém a mesma quantidade de minerais que o corpo humano, aquecida a uma temperatura super agradável e, de novo, com um visual maravilhoso. Há um cuidado para que cada casal tenha o máximo de privacidade e tranquilidade.

SPA Foto: Rogéria Pinheiro

SPA
Foto: Rogéria Pinheiro

A gastronomia é um capítulo à parte. A cozinha contemporânea do chef Broide valoriza produtos brasileiros e cultivados no próprio hotel. O prato clássico e mais pedido é o ravioli de pupunha com cogumelos, que é realmente um manjar dos deuses. Mas o arroz de pato com jambu arrebatou meu paladar ao proporcionar literalmente uma explosão de sabores.

Gastronomia Foto: Rogéria Pinheiro

Gastronomia
Foto: Rogéria Pinheiro

Gastronomia Foto: Rogéria Pinheiro

Gastronomia
Foto: Rogéria Pinheiro

Gastronomia Foto: Rogéria Pinheiro

Gastronomia
Foto: Rogéria Pinheiro

E quando pensamos que nada poderia nos surpreender mais, fomos levados a sala de cinema para uma sessão privativa! De novo, tudo cuidadosamente preparado… Ambiente amplo, elegante e confortável, pipoca quentinha, bebidas, café Nespresso. Tudo delicioso. Foi certamente um momento único.

Cinema privativo Foto: Rogéria Pinheiro

Cinema privativo
Foto: Rogéria Pinheiro

Cada momento no Botanique foi singular. O nível de envolvimento da equipe, o carisma e o comprometimento de cada um com a excelência e satisfação dos hóspedes, sem dúvida, foi o ponto alto e mais impactante durante nossa estadia, algo que ficará guardado na memória para sempre.

Onde encontrar:

R. Elídio Gonçalves da Silva, 4000, Bairro dos Mellos, Campos do Jordão/SP
Tel.: (12) 3662-5800
www.botanique.com.br

Formada em turismo, Rogéria Pinheiro é apaixonada por viagens e pela arte de fazer sonhos. Ao longo de 15 anos construiu uma sólida carreira no mercado de viagens de alto padrão e visitou destinos incríveis. Hoje atua com a sua consultoria especializada junto às mais sofisticadas agências e operadoras de viagens do Brasil. No Magari blu, apresenta aos leitores as tendências em viagens e o que está na moda pelo mundo do turismo.