Amsterdam

Amsterdam é a capital dos Países Baixos, e não da Holanda, como muita gente pensa. A província onde está localizada a cidade é a Holanda do Norte e chamar o país de Holanda, teoricamente, é equivocado.

A cidade, que surgiu como uma aldeia de pescadores, se localiza entre os rios Amstel e Schinkel, na chamada baia de IJ, e encanta pelos numerosíssimos canais que a cortam inteira trazendo um lindo cenário a cada esquina.

A Veneza do Norte: Amsterdam
Foto: magari blu

 

O meio de transporte mais comum em Amsterdam é a bicicleta, por causa da superfície super plana dos Países Baixos.

Quem está de passagem encontra diversos pontos de aluguel da “magrela” para dar umas pedaladas por Amsterdam. Até estacionamento gigante para elas a gente vê por ali.

A bike é o meio de transporte oficial
Foto: magari blu

 

O estacionamento com milhares de bicicletas:

E para achar a sua aí no meio, como faz?
Foto: magari blu

 

A cidade é famosa também por ser talvez a cidade mais liberal do mundo.

A venda de maconha não é proibida e em qualquer coffee shop se encontra a erva para todos os gostos. Até em forma de bolinho, o space cake.

Kit para plantação de maconha
Aos mais empolgados, não custa avisar:
Saiu dali é tráfico internacional de drogas, hein!
Foto: magari blu

 

Além disso, o meretrício é liberado e na zona do Red Light District as moças ficam na vitrine chamando a atenção dos homens e os puxando para dentro das casas.

A mulherada nas vitrines: isto sim que é “window shopping”
Foto: Reprodução

 

Quem quiser fugir da loucura dos coffee shops e do Red Light District, uma ótima opção é jantar no MOMO, que serve comida oriental e é bacaninha. Eu adorei.

Aproveitamos para comer frango que nunca como na Itália!

Ambiente do Restaurante MOMO em Amsterdam
Foto: magari blu

 

Entrada:
Chicken skewers with spicy peanut sauce
(Espetinhos de frango com molhinho de amendoim picante)
Foto: magari blu

 

Spring chicken, enoki mushroom tempura, with truffle teriyaki and spicy pickled daikon
(Frango com tempura de cogumelo enoki, teriyaki de trufa e daikon picante picadinho)
Foto: magari blu

 

Os museus imperdíveis em Amsterdam são o Museu Van Gogh e a Casa da Anne Frank, onde a jovem judia ficou escondida durante a II Guerra Mundial.

O quarto de Van Gogh em Arles, 1889:
Em exposição no Museu Van Gogh
Foto: magari blu

 

Se tiver tempo, vale pegar um tour ou alugar um carro e dar uma volta pelo interior pertinho de Amsterdam.

Vale a pena conhecer cidades como Marken – para ver os tradicionais tamancos holandeses serem confeccionados -, Volendam – uma graça de ilha super típica -, e Zaanse Schans – para experimentar os variados tipos de queijo produzidos ali e ainda contemplar a paisagem dos moinhos de vento, a cara da Holanda!

Marken: a cidade parece de casinhas de bonecas
Foto: magari blu

 

Fábrica de tamancos de madeira
Foto: magari blu

 

Os tamanquinhos
Foto: magari blu

 

Volendam
Foto: magari blu

 

Volendam
Foto: magari blu

 

Moinho de vento em Zaanse Schans
Foto: magari blu

 

Na minha opinião, a paisagem mais bonita que encontrei nos Países Baixos
Foto: magari blu

 

A fábrica de queijos
Foto: magari blu

 

Dezenas de tipos de queijos deliciosos
Eu trouxe um na mala e fui vistoriada no raio x! Hehehe
Foto: magari blu

 

Onde encontrar:

MOMO Restaurant, Bar & Lounge
Hobbemastraat 1, Amsterdam
Tel: +31 20 6717474

 

Van Gogh Museum
Paulus Potterstraat 7, Amsterdam
Website: http://www.vangoghmuseum.nl/

 

Anne Frank Museum
Prinsengracht 263-267, Amsterdam
Website: http://www.annefrank.org/