A viagem para Cartagena

A amiga e leitora Fernanda Paronetto fez uma viagem incrível para Cartagena, na Colômbia.

Voltou apaixonada pelo local e, o melhor, contou tudo para gente…

Vamos agora conferir o bate-papo com TODAS as dicas de lá!

 

 Como é Cartagena?

“Cartegena é tombada como Patrimônio da Humanidade pela Unesco. É super charmosa e dividida em duas partes, a Cidade Velha e a área moderna.

A Cidade Velha (‘Ciudad Amurallada’, como chamam em Cartagena) é totalmente cercada por uma enorme muralha, que antigamente servia como proteção à cidade. É dividida ainda em 4 bairros menores:

– Centro: o mais charmoso e bacana, com as melhores lojas, hotéis, bares e restaurantes, igrejas, praças, esculturas de Botero e referências dele por toda parte, casinhas lindas, coloridas com estilo colonial, e muitas flores;

Pelas ruas do centro de Cartagena: cores e flores
Foto: Divulgação

Botero e suas gorduchas por toda parte!
Foto: Divulgação

– San Diego: bairro mais residencial;

– La Matuna: minúsculo e não tem praticamente nada;

– Getsemani: super popular.

Já a parte ‘moderna’ é um pouco mais distante, com grandes prédios e nem aparece no mapa que a cidade oferece para turistas.”

 

– Onde ficar?

“Fiquei em 2 hotéis, pois o hotel que queríamos ficar, o Sofitel Santa Clara não tinha disponibilidade no dia em que chegávamos.

Hotel Santa Clara Sofitel
Foto: Divulgação

Hotel Santa Clara Sofitel
Foto: Divulgação

Então ficamos no Casa Pestágua na 1ª noite – um hotel boutique do século XVIII, que era propriedade do Conde de Pestagua.

A Fernanda no Hotel Casa Pestágua
Foto: Divulgação

Hotel Casa Pestágua
Foto: Divulgação

Os dois valem super a pena.

O Sofitel é lindo, com restaurantes e bares deliciosos, quartos ótimos. E o Pestagua é boutique, muito mais charmoso, serviço super personalizado, etc…”


O que ver?

“A principal atração de Cartagena é mesmo a Cidade Velha… Mas dois lugares que vale a pena conhecer são El Castillo de San Felipe de Borajas e La Popa.

O Castillo de San Felipe de Borajas é uma fortaleza projetada por Richard Carr (engenheiro holandês) e construída em 1657 pelos espanhóis para proteção contra os ataques de piratas, enquanto os espanhóis enviavam ouro para Europa.

Castillo de San Felipe de Borajas
Foto: Divulgação

O mais legal de lá são os túneis subterrâneos infinitos que você pode entrar!

A Fernanda no caminho secreto!
Foto: Divulgação

E La Popa está no ponto mais alto da cidade, e próximo do Castillo de San Felipe. Lá você visita o Mosteiro de Santa Cruz e tem vista para toda a cidade, inclusive para o porto.

Ótimo para entender Cartagena e ver onde cada bairro está localizado!

Mosteiro de Santa Cruz
Foto: Divulgação

Como Cartagena é uma cidade cheia de História, você ainda pode visitar o Palacio de la Inquisición (Palácio da Inquisição), na Praza de Bolivar no centro. Antigamente no palácio se julgava e condenava as pessoas acusadas de crimes religiosos.

Em tempo, as principais igrejas para visitar são Iglesia de San Pedro Claver, La Catedral e Iglesia de Santo Domingo.

Não tive tempo de fazer os passeios de barco, mas você pode alugar um barco na Colombia Direct e conhecer algumas ilhas. Falam que a Ilha Rosário é imperdível, mas não tive tempo de ir.”


Onde fazer compras?

“O mais comentado em Cartagena são, obviamente, as esmeraldas! São vendidas em várias lojas pela cidade, mas tome cuidado, pois nem sempre a procedência da pedra é de confiança.

Quem quiser fazer compras, o centro da cidade tem várias boutiques de estilistas locais, como a Silvia Tcherassi, que também é dona do Tcherassi Boutique Hotel & Spa.

O Las Bóvedas, junto à muralha e próximo do baluarte de Santa Catalina, antiga prisão, tem várias lojinhas de artesanato, consideradas as melhores da cidade.

Artesanato pela rua
Foto: Divulgação

Para quem gosta de design, tem uma loja chamada Q Design que vende vários objetos, inclusive da marca Kartell. Mas não é nada local e você acha nas principais cidades por aí…

Agora, para os amantes de antiguidades, eu visitei um antiquário chamado El Arcón – comprei um abajour lindo e uma colher antigona, super trabalhada em prata, de decoração.”

Momento ‘love’ no Antiquário El Arcon!
Foto: Divulgação


– E onde comer?

“Para os gourmands, o Arcos dos Doces, na entrada pela Torre do Relógio, tem vários doces típicos.

E fui em alguns restaurantes que valem a pena conhecer! 

O La Vitrola é o mais recomendado da cidade, romântico, com música ao vivo, e  recomendo fazer reserva, pois é super requisitado.

O restaurante Vera do Tcherassi Hotel
Foto: Divulgação

O Vera fica dentro do Tcherassi Hotel, é todo branquinho, bem mais intimista e comida deliciosa! 

Jantar no Vera: atum selado com shitake
Foto: Divulgação

O San Pedro é um japa super gostoso com mesinhas ao ar livre em uma das praças do Centro com vista para uma igreja – é muito mais charmoso à noite, então vá jantar!

Restaurante San Pedro
Foto: Divulgação

E o 1621 fica dentro do Hotel Sofitel Santa Clara.”

Grazie mille, Fe! 😉 Demais as dicas!


*Quer enviar sua dica do leitor? Basta enviar um e-mail para [email protected]!